Alagoas, 23 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
PALMEIRA DOS ÍNDIOS

Cidade alagoana é considerada uma das 26 cidades mais felizes do Brasil

Redação com Todo Segundo

22/10/2020 16h04

Palmeira dos Índios é a quarta maior cidade do estado
DivulgaçãoPalmeira dos Índios é a quarta maior cidade do estado

A cidade alagoana de Palmeira dos Índios está avaliada como uma das 26 cidades mais felizes do Brasil de 2020, de acordo com publicação da Revista Bula desta quinta-feira, 22. Foram levados em consideração fatores como Educação, Saúde, Emprego, Saneamento Básico, Renda, Longevidade e Segurança Pública de cada local.

Cada estado da federação foi contemplado com uma cidade e Palmeira, que possui 74 mil habitantes, sendo o quarto maior município de Alagoas, é um centro abastecedor da região, pois tem a agricultura e a indústria como principais atividades econômicas e fontes de renda, além da exploração de madeira e do subsolo.

Para alcançar esse ranking, a Revista, que tem sede em Goiás, está voltada para o jornalismo cultural e literário e uma das mais importantes do país, fez uma média de pontos somados a partir da realização de quatro pesquisas.

A primeira está relacionada ao Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL), divulgado pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon. A segunda pesquisa está ligada aos dados de Educação do Ranking Connected Smart Cities 2020, da Urban Systems.

A terceira foi feita paralelo ao Atlas da Violência 2019, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a última é um relatório da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que revelou os municípios com maior renda média mensal do país.

A matéria completa com a lista de todas as cidades podem ser conferidas na matéria da revista clicando aqui.


Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade