Alagoas, 07 de agosto de 2020 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
DESRESPEITO AS NORMAS

Empresa demite mulher flagrada ofendendo fiscal da Prefeitura do Rio

Com Agências

06/07/2020 16h04 - Atualizado em 06/07/2020 16h04

Taesa afirmou que 'compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio'
ReproduçãoTaesa afirmou que 'compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio'

Flagrada ofendendo um fiscal da Prefeitura do Rio durante ação de combate à aglomeração em bares da capital fluminense — em cena mostrada na noite de domingo em reportagem do Fantástico —, uma funcionária da Taesa foi demitida na manhã desta segunda-feira, 6.

A empresa não citou o nome da funcionária na nota, mas, em contato com a reportagem do UOL, confirmou que trata-se da mulher flagrada em reportagem do Fantástico exibida na noite de ontem desrespeitando fiscais em um bar no Rio de Janeiro.

O caso ganhou repercussão após a mulher na reportagem dizer: "cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você" para um profissional que fiscalizava o cumprimento das medidas de segurança contra a covid-19 em bares cariocas.

Confira a nota da Taesa na íntegra

A TAESA é uma companhia comprometida com a segurança e a saúde não apenas de seus empregados, mas também com o bem-estar de toda a sociedade. Desde o início da pandemia da Covid-19, a Taesa implementou inúmeras iniciativas para proteger a saúde de seus profissionais e seus familiares, como o home-office para 100% do seu quadro administrativo, e a adoção de diversas outras medidas de proteção para as equipes que operam em campo.

A companhia não compactua com qualquer comportamento que coloque em risco a saúde de outras pessoas ou com atitudes que desrespeitem o trabalho e a dignidade de profissionais que atuam na prevenção e no controle da pandemia.

A TAESA tomou conhecimento do envolvimento de uma de suas empregadas em um caso de desrespeito às leis que visam reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus e compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio, sobretudo em um momento no qual o número de casos da doença segue em alta no Brasil e no mundo.

A TAESA ressalta que segue respeitando o isolamento e as mais rigorosas regras de prevenção ao coronavírus e que a empregada em questão desrespeitou a política vigente na empresa. Diante dos fatos expostos, a TAESA decidiu por sua imediata demissão.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade