Alagoas, 29 de fevereiro de 2020 26º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ECONOMIA

Braskem fecha fábrica na Bahia 'visando proteção das pessoas'

Bruno Fernandes com Reuters

24/01/2020 16h04 - Atualizado em 24/01/2020 16h04

Unidade da Braskem em Camaçari, na Bahia
DivulgaçãoUnidade da Braskem em Camaçari, na Bahia

A Braskem anunciou na quinta-feira, 23, que paralisará em definitivo em abril a produção de cloro soda em Camaçari (BA), que tem capacidade anual de produção de 79 mil toneladas de soda cáustica e 64 mil toneladas de cloro.

A decisão afetou significativamente as ações da empresa nesta sexta-feira, 25. Na parte da manhã por volta das 10h35, as ações BRKM5 tinham perdas de 1,92% a R$ 38,25, figurando entre os principais destaques negativos do Ibovespa.

Segundo a companhia, a paralisação reflete o fim do prazo de vida útil da unidade, “seguindo os padrões de segurança aplicáveis e visando a proteção das pessoas, comunidades e do meio ambiente”.

O anúncio ocorre dias após a Braskem ter acertado com autoridades federais e estaduais de Alagoas acordo para reparação de prejuízos a milhares de vítimas de fenômeno de afundamento e rachaduras de solo que atingiu Maceió. O acordo envolveu o pagamento pela companhia de R$ 2,7 bilhões.

No começo do mês, a companhia informou conseguiu o desbloqueio em suas contas de R$ 3,7 bilhões. O montante foi restituído ao caixa, sendo que R$ 1,7 bilhão foi transferido para uma conta bancária da Braskem específica para o custeio do Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação.

O programa foi criado no termo de acordo assinado com a Defensoria Pública do Estado de Alagoas, o Ministério Público Federal, o Ministério Público do Estado de Alagoas e a Defensoria Pública da União.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade