Alagoas, 19 de novembro de 2019 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
INUSITADO

Ministro alagoano absolve juiz acusado de ir ao motel durante expediente

Reclamação chegou ao CNJ após denúncia da esposa do magistrado

Com agências

30/10/2019 21h09 - Atualizado em 06/11/2019 14h02

O magistrado Lincoln Rossi da Silva Viguini
DivulgaçãoO magistrado Lincoln Rossi da Silva Viguini

O ministro alagoano Humberto Martins, corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), absolveu, na terça-feira, 29, o juiz substituto do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) Lincoln Rossi da Silva Viguini, alvo de uma reclamação disciplinar por ir ao motel durante o expediente. 

A representação foi levada ao Conselho pela esposa dele, Silvia Maria Machado Viguini, que juntou à denúncia extratos do marido que mostram que ele frequentava estabelecimentos de encontros amorosos em Manaus (AM).

Apesar das comprovações, o CNJ pediu o arquivamento do caso e disse que o comportamento de Viguini só poderia ser avaliado no se houvesse consequências que prejudicassem a atividade dele como magistrado.

O documento entregue por Silvia diz que "ainda durante a constância do casamento, se ausentou injustificadamente do seu local de trabalho para ir a um motel da cidade de Manaus na companhia de outra pessoa". Segundo a mulher, Viguini "cometeu condutas incompatíveis com a decência pública e privada".

Por isso, o entendimento dos corregedores foi que não houve "motivo suficiente para instauração de processo administrativo disciplinar". “Não existem elementos mínimos indicativos de que o magistrado reclamado tenha negligenciado a sua atividade judicante”, escreveu o corregedor Humberto Martins.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade