Alagoas, 23 de setembro de 2019 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
consumismo

Brasileiro terá que trabalhar mais de 800 horas para comprar novo iPhone

Assessoria

12/09/2019 10h10

Brasileiros terão que desembolsar até R$5.306,81 para comprar modelo do iPhone
Foto: DivulgaçãoBrasileiros terão que desembolsar até R$5.306,81 para comprar modelo do iPhone

Os mais novos queridinhos da Apple foram apresentados esta semana. O Cuponation, plataforma de descontos online, compilou dados dos modelos mais esperados do segundo semestre do ano: o iPhone 11, iPhone 11 Pro e o iPhone 11 Pro Max. Os três aparelhos foram exibidos oficialmente no evento da Apple realizado na última terça-feira (10), que incluiu o anúncio de um novo Ipad e e a quinta geração do Apple Watch.

Apesar de alguns dos dados que seriam divulgados durante o evento terem vazado horas antes da cerimônia, isso não foi o suficiente para acabar com todas as novidades da marca, como por exemplo a mudança na nomenclatura, que deixou as letras “S” e “R” dos modelos anteriores para trás.

Além disso, a novidade dos novos modelos está na parte traseira: desta vez o módulo das câmeras é quadrado e maior, sendo dupla no iPhone 11 e tripla nos outros dois modelos. Sobre o armazenamento, o aparelho mais simples terá as opções 64GB, 128GB e 256GB, enquanto os outros dois compartilham opções de 128GB, 265GB e 512GB.

Com dados e valores de cada modelo específico divulgados pela equipe da Apple e levando em conta que não há ainda uma previsão de data de lançamento e de preços no Brasil, o Cuponation fez análises para levantar quantas horas o brasileiro terá que trabalhar para realizar a compra de qualquer um dos modelos com base na conversão dos preços originais de cada produto com o dólar a R$ 4,06, sem acréscimo de taxas, imposto brasileiro e IOF, além da renda mensal mínima do brasileiro (R$988 - IBGE) com carga horária de 8 horas de trabalho por dia.

O modelo mais caro do iPhone 11 será vendido por US$899 - na moeda brasileira, sairá cerca de R$3.672,69, o que significa que o brasileiro terá que prestar 595 horas e 30 minutos de serviço para fazer a compra do celular.

Já para o modelo mais caro do iPhone 11 Pro, que custa US$1.199, ou R$4.898,28, uma pessoa deverá trabalhar cerca de 794 horas e 30 minutos para realizar a compra de desejo.

Por fim, o trabalhador que quiser o modelo mais caro do iPhone 11 Pro Max terá que desembolsar por volta de R$5.306,81 (US$1.299) ao trabalhar 861 horas e 20 minutos. Veja a lista completa dos valores no infográfico interativo.

É válido ressaltar que a venda dos aparelhos nos Estados Unidos começa dia 20 de setembro deste ano, mas que será possível fazer a reserva do modelo desejado a partir de sexta feira, dia 13 de setembro. Os novos iPhones estão previstos para chegar ao Brasil nas primeiras semanas de novembro, porém a data ainda não foi confirmada pela Apple.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade