Alagoas, 27 de maio de 2019 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
CALAMIDADE

Chuvas no Rio de Janeiro deixam sete mortos

Exame

09/04/2019 14h02 - Atualizado em 09/04/2019 15h03

Em quatro horas, choveu mais no Rio do que nos dias 6 e 7 de fevereiro, quando seis pessoas morreram em consequência do temporal
Foto: Sergio Moraes/ReutersEm quatro horas, choveu mais no Rio do que nos dias 6 e 7 de fevereiro, quando seis pessoas morreram em consequência do temporal

O Rio de Janeiro amanheceu em estágio de crise, após um novo temporal atingir a cidade na madrugada desta terça-feira, 9.

Até o momento, a chuva causou ao menos sete mortes, alagou ruas, derrubou árvores e destruiu carros em diversos bairros.

Duas mortes foram confirmadas em consequência do desabamento de após deslizamento de terra no Morro da Babilônia, no Leme, e uma terceira morte foi registrada na Gávea, de um motociclista que foi arrastado pela enxurrada.

Em quatro horas, choveu mais no Rio do que nos dias 6 e 7 de fevereiro, quando seis pessoas morreram em consequência do temporal.

“As chuvas que caíram são absolutamente anormais para o período do ano, nenhum de nós esperava tanta chuva nessa data”, disse o prefeito da cidade, Marcelo Crivella.

De acordo a Prefeitura, em alguns pontos da cidade choveu cerca de três vezes o que era esperado para todo o mês de abril apenas entre a noite de segunda-feira e a manhã desta terça-feira.

O Centro de Operações do Rio (COR) informa que há 785 pontos da cidade sem luz e algumas das principais vias da cidade foram fechadas por segurança, como a Grajaú-Jacarepaguá e o Alto da Boa Vista.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 14.5k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade