Alagoas, 28 de janeiro de 2022 24º min 31º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Política

Lula diz em vídeo que internet é 'arma poderosíssima' e critica 'jogo rasteiro'

No dia 7, texto do PT chamou Eduardo Campos de 'tolo' e 'playboy mimado'. No vídeo, Lula disse ainda que 'está acontecendo muita coisa boa' no país

Do G1, em Brasília

31/01/2014 08h08

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva publicou um vídeo nesta quinta-feira (30) em sua página no Facebook condenando o "jogo rasteiro" na internet. Ele defendeu que a rede seja usada para "falar coisa positiva", com críticas "com fundamentos", sem "calúnia" ou "baixo nível". A mensagem foi divulgada três semanas após um texto do PT no Facebook chamar o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que rompeu com o governo, de"tolo" e "playboy mimado".

"A internet é uma arma poderosíssima que quanto mais responsáveis nós formos, melhor. Quanto mais a gente trabalhar no sentido de falar coisa positiva, mesmo quando você critica, criticar com fundamentos e não ficar fazendo jogo rasteiro, da calúnia ou de baixo nível, sabe? Porque quando você calunia, você não politiza, você não ensina", disse o ex-presidente.

Lula afirmou ainda que a liberdade da internet pode "trazer coisas fantásticas". "Para que eu vou usar a internet? É para fazer bobagem ou para aprender alguma coisa? É para fazer bobagem ou para ensinar alguma coisa? É para dar uma informação correta ou para dar uma informação incorreta? É para informar ou para desinformar? Eu tenho que decidir", disse.

No texto publicado pelo PT no dia 7 de janeiro, Campos foi criticado por ter se aliado à ex-senadora Marina Silva para se lançar na disputa presidencial, após entregar os cargos que tinha no governo da presidente Dilma Rousseff, que concorrerá à reeleição. "Campos transformou sua perspectiva de poder em desespero eleitoral, no fim do ano passado. Estimulado pelos cães de guarda da mídia, decidiu que era hora de se apresentar como candidato a presidente da República – sem projeto, sem conteúdo e, agora se sabe, sem compostura política", dizia o texto.

Na ocasião, Campos disse que o tom evidenciava "desespero" da direção do PT ante sua candidatura à Presidência.

No vídeo postado nesta quinta (3), Lula diz ser "importante" que usuários utilizem "corretamente" a internet. Segundo o ex-presidente, ele não quer "que falem bem do governo".

"Se tiver que criticar, critique, argumente, fundamente. (...) A mensagem não é que eu quero que falem bem do governo, a mensagem é que eu quero que todo mundo seja verdadeiro, seja para criticar ou seja para apoiar o governo, porque está acontecendo muita coisa boa nesse país", completou.

Lula disse também que "jamais" utilizará a internet para "fazer uma calúnia contra quem quer que seja". O ex-presidente defendeu a responsabilização por uso indevido do meio. "Eu, por exemplo, sou contra qualquer veto quanto à utilização da internet. Agora, eu sou favorável a responsabilizar as pessoas que usam a internet", afirmou.

 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade