Alagoas, 21 de outubro de 2019 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Política

Vital do Rêgo nega 'ansiedade' em relação a Ministério da Integração

Senador do PMDB nega ter sido chamado ao Planalto para discutir cargo. Novo titular da pasta pode ser anunciado por Dilma na reforma ministerial

Do G1, em Brasília

03/10/2013 09h09

Vital do Rêgo nega 'ansiedade' em relação a Ministério da Integração

Apontado por parlamentares como possível sucessor do ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra (PSB), o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) nega ter sido convidado para o cargo pela presidente Dilma Rousseff e afirmou que não sentir "ansiedade" para assumir a pasta. 

"Não tenho nenhuma ansiedade com relação a isso [possibilidade de ser ministro]. Participei muito pouco [da discussão] a esse respeito", disse o senador, que é presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado. "Estou muito bem como senador. Conduzo uma comissão para a qual o partido me designou. É um assunto que é da exclusiva decisão da presidenta", declarou Vital.

A expectativa de membros do partido era que Vital fosse indicado para o cargo pela Presidência da República após a saída de Bezerra, mas a indicação não ocorreu.

O ex-ministro entregou o cargo nesta terça-feira, após decisão da executiva do PSB do último dia 18 de devolver os postos no governo federal ocupados por integrantes da sigla. No entanto, em vez de indicar Vital, o Palácio do Planalto nomeou interinamente o secretário de Infraestrutura Hídrica do ministério, Francisco Teixeira.

Segundo o Blog do Camarotti, Dilma planeja nomear um novo titular para a pasta somente na reforma ministerial, prevista para dezembro ou janeiro, quando fará uma ampla troca nas cadeiras da Esplanada e liberar ministros para campanhas eleitorais.

Vital disse ter recebido "com agrado" a notícia de que seu nome foi lembrado pelos colegas de partido para chefiar o ministério. "Eu recebi como prêmio do trabalho que faço como senador e que fiz como deputado, uma manifestação muito bonita dos meus pares. Mas parou aí. O PMDB é quem vai conduzir essa realidade. Eu me sinto, inclusive, muito melhor nessa condição que desenvolvo, de senador", afirmou.

O presidente do PMDB, Valdir Raupp (PMDB-RO), negou que tenha havido conversas do governo com o partido sobre o tema e que exista convite formal da Presidência da República para que integrante da sigla passe a ocupar a pasta.

"O Vital é um nome muito bom. Quando surgiram comentários na Câmara e no Senado, dissemos que ninguém tem nada contra. Mas não houve indicação nem convite", declarou Raupp.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade