Alagoas, 03 de dezembro de 2021 26º min 32º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Política

Fernando Bezerra poderá entregar o cargo a Dilma

Ministro da Integração Nacional pertence ao PSB, que saiu do Executivo. Ministro de Portos deverá conversar com a presidente semana que vem

Do G1, em Brasília

27/09/2013 09h09

Fernando Bezerra poderá entregar o cargo a Dilma

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, poderá entregar seu cargo à presidente Dilma Rousseff nesta sexta-feira (27), cumprindo determinação de seu partido, o PSB, de deixar os postos que ocupa atualmente no governo federal.

De acordo com assessoria da pasta, há previsão de o encontro ocorrer à tarde, uma semana após Dilma ter pedido para que ele permanecesse no posto pelo menos até sua volta de Nova York.

Bezerra entregou sua carta de demissãono último dia 19, mas a presidente Dilma Rousseff pediu que ele permanecesse até seu retorno a Brasília. Ela viajou no domingo (22) para Nova York, onde participou da Assembleia-Geral das Nações Unidas, e chegou ao Brasil na madrugada desta quinta-feira (26).

O ministro da Secretaria Especial de Portos, Leonidas Cristino, também filiado ao PSB, deverá conversar com a presidente no início da próxima semana, segundo informou sua assessoria de imprensa.

Desde que o presidente nacional do PSB, governador de Pernambuco Eduardo Campos, entregou a Dilma todos os cargos que o partido ocupa na esfera federal, é esperada a saída de Bezerra e de Cristino. A assessoria de ambos, contudo, informa que desde então eles continuam trabalhando normalmente.

A decisão do PSB foi oficializada na quarta passada (18), em reunião da comissão executiva do partido, comandada pelo presidente da legenda, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, por quem Bezerra foi indicado para o posto. O plano do PSB é lançar a candidatura presidencial de Campos no ano que vem, contra Dilma.

No segundo escalão do governo, o PSB também está a frente da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf).

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade