Alagoas, 23 de abril de 2021 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
VIOLÊNCIA

Tiroteio em mercado deixa dez mortos nos Estados Unidos

Terra

23/03/2021 08h08 - Atualizado em 23/03/2021 09h09

Ainda não se sabe motivação de tiroteio nos EUA
ReutersAinda não se sabe motivação de tiroteio nos EUA

Um homem visto ensanguentado e mancando foi preso pela polícia devido à suspeita de ter matado dez pessoas, inclusive um policial, em um mercadinho no estado norte-americano do Colorado, o segundo massacre a tiros no país em uma semana.

O atirador, que não foi identificado publicamente, abriu fogo em uma filial da King Soopers de Boulder, cerca de 45 quilômetros ao noroeste de Denver, no fim da tarde dessa segunda-feira (22), fazendo compradores e funcionários buscarem abrigo enquanto centenas de policiais corriam para o local.

Reportagens mostraram que o suspeito, que a polícia disse acreditar que agiu sozinho, estava armado com um rifle.

As autoridades deram poucos detalhes e não apresentaram nenhum motivo possível para a matança, que ocorreu seis dias depois de um homem armado cometer um massacre em uma área de Atlanta, matando oito pessoas a tiros em três spas antes de ser preso.

Como naquele caso, o episódio de violência no Colorado aconteceu em um ponto comercial e foi cometido por um único agressor armado.

"Estávamos no caixa quando os tiros começaram", disse Sarah Moonshadow, uma cliente de 42 anos que estava na loja com o filho adulto, Nicholas.

"E eu disse 'Nicholas, se abaixe'. E Nicholas se abaixou. E nós começamos a ouvir, eram disparos repetitivos... e eu disse 'Nicholas, corra'."

Moonshadow disse que tentou cuidar de uma vítima que viu caída na calçada diante da loja, mas que seu filho a afastou, dizendo "Temos que ir".

A testemunha soluçou ao contar seu suplício, acrescentando: "Não consegui ajudar ninguém".

A chefe de polícia de Boulder, Maris Herold, também se comoveu ao contar que dez pessoas morreram no local. Entre elas estava Eric Talley, policial de 51 anos, há 11 na força policial de Boulder, que Herold disse ter sido o primeiro a chegar à loja. Talley tinha sete filhos e estava procurando um emprego menos perigoso, de acordo com seu pai.

A polícia afirmou que o atirador acusado foi levado a um hospital para ser tratado dos ferimentos que sofreu no episódio, mas não explicou como se feriu. Não se sabe ainda quando ele pode ter que comparecer a um tribunal pela primeira vez.

A United Food and Commercial Workers International Union, que representa 32 funcionários da filial King Soopers, louvou alguns empregados da unidade por terem ajudado clientes a fugir por uma saída dos fundos.

Um tiroteio em massa deixou 10 mortos em um supermercado na cidade de Boulder, no Colorado, nos Estados Unidos, no final da tarde de segunda-feira (22).

As autoridades americanas não deram informações sobre as vítimas, mas um policial de 51 anos, Eric Talley, o primeiro a chegar no local da ocorrência, está entre os mortos. “A primeira coisa que eu quero dizer é que os corações da comunidade estão com as vítimas desse incidente horrível. Nós sabemos de 10 fatalidades no local, incluindo um dos nossos policiais de Boulder, Eric Talley”, disse a chefe de polícia, Maris Herold, horas mais tarde durante uma coletiva de imprensa. 

“Eu também quero destacar o tanto que lamento pelas vítimas que foram mortas no mercado. Essas eram pessoas que estavam seguindo com seu dia, comprando comida e tiveram suas vidas ceifadas de forma abrupta pelo atirador, que está agora sob custódia”, disse o promotor de Boulder, Michael Dogherty. O suspeito não teve a identidade revelada, mas vídeos após o ataque mostram um homem sem camisa e apenas de cueca sendo levado pela polícia algemado, com um ferimento na perna. Esse é o segundo tiroteio no país em uma semana.

O primeiro aconteceu em Atlanta, onde 8 pessoas da comunidade asiática foram mortas por um jovem de 21 anos. Ainda não se sabe a motivação do atentado em Boulder.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade