Alagoas, 15 de novembro de 2019 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ECONOMIA

Intenção de compras online para a Black Friday sobe 58%

21/10/2019 15h03 - Atualizado em 21/10/2019 19h07

Black Friday é uma data tradicional nos Estados Unidos
DivulgaçãoBlack Friday é uma data tradicional nos Estados Unidos

Uma pesquisa feita com os consumidores brasileiros revelou que as intenções de realizar compras online na Black Friday estão 58% maiores em relação ao ano passado. Neste ano, a data famosa pelos descontos nos mais diversos produtos acontece no dia 29 de novembro.

A Black Friday, que é uma data tradicional nos Estados Unidos, começou a acontecer no Brasil em 2010. Nos primeiros anos as vendas não foram tão boas, pois na época ainda havia certa desconfiança com compras online e os descontos aplicados nas lojas físicas não eram tão atrativos para os consumidores.

Muitas pessoas também mostraram descontentamento com as promoções, acusando os descontos de serem falsos. Com o passar dos anos, o Procon passou a ser mais rigoroso com o evento e isso deu aos consumidores a garantia de promoções verdadeiras. A mesma pesquisa que revelou as intenções de compra também constatou que 99% dos brasileiros já conhecem a data.

Nove anos depois da primeira Black Friday, comprar produtos pela internet já se tornou um hábito comum entre os brasileiros, explicando o grande aumento na intenção das compras. Além disso, mais consumidores passaram a acompanhar a variação de preços dos produtos nos quais estão interessados, concluindo que é vantajoso esperar até a Black Friday. 69% dos brasileiros já sabem o que querem e estão apenas esperando o dia 29 de novembro para efetuar a compra.

O padrão de compras da Black Friday é bem diferente dos vistos em outras datas especiais para o comércio. Na maioria dessas datas, como o Natal, Dia das Mães e o Dia dos Namorados, os consumidores compram produtos para presentear outras pessoas, enquanto na Black Friday os produtos são comprados em benefício próprio, por isso, são compras de maior valor.

Outro motivo que explica o sucesso que a data deve ter em 2019 é o aumento na gama de produtos oferecidos. Inicialmente, grande parte dos descontos era aplicada em produtos ligados à tecnologia, mas hoje em dia a Black Friday já é vista em alimentos, serviços e até bares, dando mais oportunidades aos consumidores.

Muitas pessoas ainda têm receios com os descontos, mas eles são efetivos. Nos itens menores os descontos podem ser bem grandes. O preço de uma omeleteira comum, por exemplo, que normalmente gira em torno de R$110, na Black Friday costuma cair para R$60. Já nos produtos mais caros, como os celulares, a porcentagem do desconto é um pouco menor, mas é possível economizar em média R$500.

Se você tem interesse em comprar este ano, fique atento à lista do Procon de lojas que aplicam golpes na Black Friday. Esta lista é constantemente atualizada e essencial para evitar prejuízos. Desconfie de descontos fora do comum e procure comprar apenas em lojas de boa reputação.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade