Alagoas, 16 de outubro de 2021 25º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
NEGOCIAÇÃO MILIONÁRIA

CSA recebeu R$ 31,8 mi de indenização da Braskem para deixar CT do Mutange

Bruno Fernandes

15/09/2021 13h01 - Atualizado em 15/09/2021 14h02

Presidente Rafael Tenório durante detalhamento de sua gestão
Lado B Produções/CSAPresidente Rafael Tenório durante detalhamento de sua gestão

O CSA recebeu R$ 31,8 milhões para deixar o CT do Mutange pagos pela mineradora Braskem após o bairro começar a afundar devido a atividade da empresa, revelou o presidente do clube, o empresário Rafael Tenório em um evento realizado na noite de ontem, 14.

Segundo o executivo, o valor da indenização paga pela Braskem foi de R$ 31,8 milhões, dos quais foram gastos até agora R$ 7,7 milhões. Assim, o saldo disponível na conta específica do clube para a construção do novo CT é de R$ 23,8 milhões.

A mudança para o novo CT, no estádio Nelson Peixoto Feijó aconteceu após meses de discussão entre o clube, vítima de desastre ambiental que causa o afundamento de quatro bairros da capital alagoana, e a petroquímica Braskem, pertencente ao grupo Odebrecht, para selar acordo.

O clube ocupava o espaço desde 1922 e o  último treino realizado pelos jogadores no antigo local aconteceu no dia 27 de março do ano passado.

Apesar do nome já conhecido pelos alagoanos, nem sempre o local se chamou Centro de Treinamento Gustavo Paiva. Começou como uma simples chácara e recebeu sua atual denominação no dia 29 de agosto de 1951, em homenagem a um dos sócios mais presentes do clube que havia falecido em 27 de outubro de 1943.

Durante muitos anos, foi o estádio mais moderno de Alagoas, sendo inclusive o único com condições de receber jogos noturnos pelo fato de ter refletores. Em 1951, sediou o primeiro jogo internacional em Alagoas, no qual o CSA empatou por 1 a 1 com o Vélez Sársfield.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade