Alagoas, 18 de junho de 2021 24º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
COPA DO BRASIL

CRB provoca desfalque milionário e expõe pobreza tática do Palmeiras

Tamara Albuquerque com R7

10/06/2021 07h07 - Atualizado em 10/06/2021 08h08

Festa do CRB em pleno Allianz Parque. Eliminou o milionário Palmeiras, na sua casa
CRBFesta do CRB em pleno Allianz Parque. Eliminou o milionário Palmeiras, na sua casa

A vitória do CRB sobre Palmeiras foi a segunda matéria mais visualizada no site R7, entre todas as edições do noticiário. Escrita pelo premiado jornalista Cosme Rímoli, o material faz uma análise sobre o desempenho do Palmeiras na temporada 2021 e crava: CRB deu uma "Lição de humildade a Abel. Vexame histórico do Palmeiras".

O time foi eliminado, no Allianz Parque, para o humilde CRB, de Alagoas, ainda na terceira fase da Copa do Brasil. Perdeu por 1 a 0. E 4 a 3 nos pênaltis. Um vexame. CRB fez bonito em campo, mais segundo o jornalista, fez mais. Deu um desfalque milionário de na equipe de Abel Fereira. 

Com a eliminação, o Palmeiras, atual campeão da Copa do Brasil, levou aos seus cofres apenas R$ 1,7 milhão. Receberia R$ 2,7 milhões se passasse pelo CRB. Mais R$ 3,4 milhão, se passasse às quartas. R$ 7,3 milhões, caso fosse à semifinal. R$ 23 milhões, se chegasse à final. E ganharia R$ 56 milhões se fosse o campeão de 2021.

A queda diante de um adversário muito mais fraco tecnicamente foi grande desperdício de dinheiro. Por mais desculpas que o português Abel Ferreira tentasse dar, após o jogo, apelando para as estatísticas, não convenceram. "Não tivemos a eficácia que deveríamos ter nas 35 finalizações que tivemos. Pelo menos quatro delas flagrantes, até em cima da linha do gol. Futebol se resume a isso. É uma desilusão para todos, para o treinador, jogadores, direção e torcedores, que sofrem tanto quanto nós."

Só que o time de Abel Ferreira, que perdeu a quarta decisão por pênaltis comandando o Palmeiras, e que tanto critica a imprensa brasileira, mostrou uma assustadora pobreza criativa, falta de repertório.

Porque, com 74% de posse de bola, cruzou nada menos do que 52 bolas na área alagoana. Típica falta de recurso de time que não consegue articular seus ataques trocando passes, infiltrando. Pressionando a saída de bola adversária.

Os atacantes do Palmeiras eram muito mais baixos que a zaga do CRB, o que só facilitou para o time nordestino segurar a vantagem que conseguiu aos cinco minutos, com Ewandro, em falha de Victor Luiz.

Segundo avaliação do jornalista, o erro inaceitável de Abel Ferreira foi tirar, aos 34 minutos do segundo tempo, Raphael Veiga, o melhor cobrador de pênaltis do Palmeiras. Colocou Lucas Lima, que além de outra vez jogar mal demais, ainda perdeu sua penalidade. O treinador português confessou não ter pensado nos pênaltis ao fazer a substituição, comentou Rímoli.

"Abel que reclamou tanto do calendário deste país, do excesso de jogos, terá até o final do ano apenas as partidas do Brasileiro e da Libertadores. Na temporada 2021, já perdeu quatro campeonatos. E a saída 'mais fácil' para Abel é valorizar a partida de sábado. Contra o grande rival, o Corinthians, também no Allianz. Clube que também foi eliminado da Copa do Brasil ontem, diante do Atlético Goianiense.

"A pressão em quem joga no Palmeiras é diária, jogamos sempre para ganhar e quando não ganhamos estamos sempre pressionados. Temos dois dias para recuperar, um jogo bom em casa para dar uma boa resposta já no sábado (contra o Corinthians)."

Diante da assustadora falta de repertório do Palmeiras, que trava diante de defesas bem montadas e que não dão espaço para bolas longas para Rony e Luiz Adriano, como aconteceu ontem, a diretoria ofereceu Deyverson como reforço. E, em julho, se não surgir um time do Exterior interessado, colocará Dudu à disposição de Abel.

Na verdade, o treinador não é questionado porque conquistou a Libertadores e a Copa do Brasil, na temporada 2020. Mas a decepção é real. E cara.

"A eliminação da Copa do Brasil logo na terceira fase não estava nos planos da diretoria. Muito pelo contrário. A certeza era que o time chegaria, pelo menos, às semifinais. Agora só resta a certeza que Abel Ferreira entrou para a história, com a eliminação de ontem, do Palmeiras para o CRB. Fará companhia a Vanderlei Luxemburgo e o vexame diante do Asa de Arapiraca. Vergonha do time de Felipão, goleado pelo Coritiba por 6 a 0. Justo no dia que o clube confirma a construção de uma sala de troféus moderníssima. E celebra a renovação de patrocínio com a Puma até 2024. O vexame palmeirense de ontem inesquecível..".

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade