Alagoas, 18 de junho de 2021 24º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
OLIMPÍADAS

Petição online que propõe cancelamento dos Jogos ganha ímpeto no Japão

Agência Brasil

07/05/2021 13h01 - Atualizado em 07/05/2021 17h05

Lançada há dois dias, campanha angariou mais de 210 mil assinaturas
DivulgaçãoLançada há dois dias, campanha angariou mais de 210 mil assinaturas

Uma petição virtual que pede que a Olimpíada de Tóquio seja cancelada obteve mais de 200 mil assinaturas no Japão nos últimos dias devido aos temores públicos crescentes da realização dos Jogos em meio a uma pandemia.

Faltando menos de três meses para o início da Olimpíada de Verão, já adiada em um ano devido ao novo coronavírus, ainda se questiona se Tóquio consegue sediar o evento global preservando a segurança de voluntários, atletas, autoridades e o público japonês.

Dois dias após seu lançamento, uma campanha virtual batizada de "Impeçam a Olimpíada de Tóquio" angariou mais de 210 mil assinaturas, superando sua meta inicial de 200 mil.

Enfrentando uma quarta onda da pandemia e sofrendo com uma vacinação lenta, moradores de Tóquio estão céticos a respeito da realização da Olimpíada e receosos de visitantes estrangeiros.

"É absurdo estarmos realizando a Olimpíada sob uma pandemia de covid-19", opinou Katsumi Abiko, dono de uma loja de kimono.

"Se tomarmos agora a decisão de cancelá-la, o Japão será elogiado por tomar a decisão certa e lembrado pela História", disse Abiko, de 79 anos, à Reuters.

O governo japonês prorrogará estados de emergência em Tóquio e três outras áreas até o final de maio. Pesquisas de opinião mostram que a maioria do público se opõem aos Jogos, que devem começar em 23 de julho.

Mas os organizadores insistem que eles acontecerão, apresentando protocolos de segurança detalhados para atletas e autoridades.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade