Alagoas, 21 de outubro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MEDIDAS SANITÁRIAS

Ministério da Saúde aprova retorno de até 30% da torcida nos estádios

Com Agências

22/09/2020 14h02

Ministério aprova estudo da CBF para retorno de parte da torcida aos estádios
Divulgação/ CorinthiansMinistério aprova estudo da CBF para retorno de parte da torcida aos estádios

O Ministério da Saúde aprovou, nesta terça-feira, 22, um estudo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) com uma proposta de retorno de até 30% de torcida nos estádios do país. A condição para que isso seja realizado é que cada estado e município se responsabilize pelas medidas sanitárias e protocolos de segurança contra a Covid-19.

A informação foi publicada nesta manhã pelo jornal “O Globo”, que confirmou que esse retorno se dará a partir de outubro pela Série A do Campeonato Brasileiro. O documento foi aprovado pelo Ministro Eduardo Pazzuelo, que endereçou-o a Rogério Caboclo, presidente da CBF. Ele confirmou a informação ao jornal.

Em paralelo à iniciativa da CBF com o Governo Federal, a Federação Estadual de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), depois do primeiro encontro no Rio de Janeiro para discutir o retorno do futebol com público, segue com encontros para discutir a volta do público. Nesta terça, promove debate sobre o assunto com autoridades da prefeitura do Rio e do Governo Federal.

Alguns clubes reforçaram que existe desejo pelo retorno do público, pela necessidade de arrecadação. Aguardam também os primeiros resultados de retorno às aulas em alguns lugares no país e ressaltam também a abertura de diversas atividades da economia.

A CBF evita se manifestar, mas defende uniformidade da decisão para ter equilíbrio técnico. Ou seja, se voltar o público no Rio, o ideal seria que todos clubes pudessem receber torcedores também em seus estádios.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade