Alagoas, 18 de agosto de 2019 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
SAÍDA POLÊMICA

Armero desabafa sobre saída do CSA: 'Estava só jantando, foi fulminante'

Redação com ESPN

23/05/2019 13h01

Pablo Armero, ex- CSA
Matheus Pimenta/Ascom CSAPablo Armero, ex- CSA

O lateral-esquerdo Pablo Armero, 32, afirmou ao ESPN.com.br que estava jantando na sexta-feira, 17, na hora em que foi flagrado em um bar, no episódio que culminou com seu desligamento do CSA.

Ele diz que errou e pede desculpas a clubes e torcedores. Mas afirma ter ficado surpreso com o desfecho: "Não esperava, foi fulminante", disse.

"Era por volta de meia-noite. Estávamos eu, Manga e Maidana. Naquela semana, tinha sido aniversário do Manga e decidimos ir jantar na sexta-feira, sair um pouco", diz ele.

"Lá, é um bar, um pub, que tem restaurante também, música, e tem gente que dança. Alguém tirou uma foto nossa e, hoje em dia, é assim, não se pode mais ter vida social, porque tem gente que quer te fazer mal", desabafou o lateral.

"Eu não deveria estar ali, reconheço. Não percebi na hora que era algo tão grave, sei que me equivoquei, não imaginei que teria essa proporção e estou pagando preço. Achei que seria multado, mas não desligado", afirmou.

No dia seguinte, Armero se reapresentou às 8h, horário marcado para o treino normalmente - o embarque seria às 11h. Foi então que soube que uma foto sua com os colegas - que não estavam relacionados, ao contrário dele - tinha viralizado em grupos de torcedores e chegado à diretoria.

"Eles (os diretores) não gostaram e decidiram", conta ele. "Fico triste porque éramos em três e só eu fui desligado, mas aceito", diz, resignado.

Pablo Armero afirma não estar em busca de justificativas.

"Pessoalmente, peço desculpas, não deveria estar ali, errei", diz. "O que quero mesmo é explicar para a torcida e para as pessoas que me estenderam a mão que eu errei. Confiei que não haveria problema e isso me levou a errar", afirma.

"O problema é que hoje as redes sociais têm muita força. O futebol está muito difícil, não se pode ter vida social e eu deveria saber disso", complementa.

O jogador diz que deixou o local por volta da 1h da manhã e que isso não atrapalhou sua chegada, no horário, no dia seguinte.

Pablo está tratando das questões da ruptura de seu contrato. Fica em Maceió até terça-feira da próxima semana, quando retorna a Cali, na Colômbia. Ele preferiu não falar de planos futuros.

Em pouco mais de dois meses, ele vestiu a camisa do CSA em quatro oportunidades (três empates e uma derrota): Palmeiras (1 a 1), Santos (0 a 0) e Avaí (0 a 0), pelo Campeonato Brasileiro. Enfrentou também o Botafogo-PB (1 a 3) pela Copa do Nordeste.

Armero tem passagens por Palmeiras, Flamengo, Napoli, Udinese e West Ham. Pela seleção colombiana, ele disputou a Copa do Mundo de 2014.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 16k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade