Alagoas, 27 de maio de 2019 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
VENDA DO MANDO DE CAMPO

Rafael Tenório ameaça deixar presidência do CSA após críticas de torcedores

Empresário anunciou afastamento de 90 dias de suas funções como cartola

Bruno Fernandes

15/05/2019 15h03 - Atualizado em 15/05/2019 15h03

Rafael Tenório, presidente do CSA
Felipe BrasilRafael Tenório, presidente do CSA

Rafael Tenório pode deixar o cargo de presidente do CSA, informou o cartola na tarde desta quarta-feira, 15, em entrevista à imprensa. A decisão ocorre após duras críticas de torcedores azulinos, devido a venda do mando de campo da partida contra o Flamengo.

Durante entrevista ao radialista ao radialista Elísio Silva, Tenório afirmou que vem sofrendo ameaças pela decisão tomada sobre o jogo marcado para o dia 12 de junho, válido pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Os valores do negócio giram entre R$ 1,2 milhão e R$ 1,5 milhão.

O empresário afirmou ainda que deve se afastar do comando do clube durante 90 dias e que a decisão já foi informada ao conselho deliberativo.

"Já comuniquei ao Raimundo Tavares, estou com uma carta assinada para entregar a ele, e vou me licenciar do CSA, a princípio por 90 dias e depois a gente vai pensar no que fazer, se saio definitivo, ou não", disse o presidente-executivo do Azulão.

"Eu só posso dizer o seguinte: tudo que foi feito, foi para o melhor do clube", explicou sobre a decisão da venda do mando de campo.

Sobre o jogo contra o Vasco da Gama, Tenório explicou durante entrevista coletiva na tarde de ontem, 14, que não pretende vender o mando de campo contra equipes que lutam contra o rebaixamento. Para isso, citou o clube carioca como uma das equipes com quem não alteraria o local, "por ser do mesmo nível do CSA".

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 14.5k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade