Alagoas, 19 de abril de 2019 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
FUTEBOL

Abel rejeita ida ao Santos e indica preferência pelo Flamengo

Folha Press

06/12/2018 13h01

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Santos colocou Abel Braga como opção prioritária para suceder o técnico Cuca, mas o treinador indicou que seu futuro não passa pela Baixada Santista. A resposta do treinador indicou ainda possível acerto com o Flamengo.

Em contato feito nesta quarta-feira, 5, limite imposto pelos santistas para uma retorno definitivo, o treinador agradeceu pelo interesse, mas afirmou que pretende retomar os trabalhos em um clube que vai disputar a próxima edição da Copa Libertadores. O Santos não disputará a competição.

A partir da negativa de Abel, o clube alvinegro irá buscar um outro profissional.

A resposta aos santistas soa como um aceite antecipado ao Flamengo, que deseja Abel e estará na Libertadores de 2019.

No entanto, os rubro-negros ainda têm de passar por um processo eleitoral no próximo sábado, 8.

Ainda que não admitam abertamente, Renato Portaluppi era o sonho de consumo de Ricardo Lomba e Rodolfo Landim, principais postulantes à presidência flamenguista. Com a renovação do treinador com o Grêmio, Abel, que já estava na alça de mira de ambos, ganhou os holofotes.

O Santos não mediu esforços para ter Abel no comando, visto que ofereceu um salário acima dos padrões do clube para o comandante e seus homens de confiança.

O treinador está inativo desde que deixou o comando do Fluminense e vê com muito bons olhos o projeto de retornar ao Fla, clube pelo qual levantou o Carioca de 2004 e ficou com o vice da Copa do Brasil.

Com poderio financeiro e estrutura de primeira, Abel está seguro que pode recolocar o time rubro-negro no caminho das conquistas.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 13.4k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade