Alagoas, 27 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Pronunciamento

Em nota, Cruzeiro repudia declarações de menosprezo contra o Murici

com Superesportes

07/03/2017 09h09

Diretor de futebol do Cruzeiro, Klauss Câmara - Superesportes
Diretor de futebol do Cruzeiro, Klauss Câmara - Superesportes

O Cruzeiro divulgou na manhã desta terça-feira, 7, uma nota oficial repudiando declarações de menosprezo, como o próprio clube celeste diz, contra o Murici, adversário da Raposa na terceira fase da Copa do Brasil.

A cúpula celeste resolveu se pronunciar depois que o Murici divulgou comunicado rechaçando declarações do jornalista João Vitor Xavier, da Rádio Itatiaia. Segundo a agremiação alagoana, o comunicador teceu comentários negativos em relação ao clube e ao Estádio José Gomes da Costa. O apresentador ainda teria dito que o Cruzeiro solicitou à CBF a mudança do local da partida – fato negado pela diretoria mineira.

“O Cruzeiro sempre teve como um de seus princípios primordiais o respeito a todos os irmãos do futebol”, diz a nota celeste. “O Cruzeiro Esporte Clube jamais solicitou à CBF que a primeira partida não fosse disputada na cidade de Murici. As notícias veiculadas de que o Cruzeiro teria vetado o estádio José Gomes da Costa são absurdas, já que nenhum clube tem esse poder junto à entidade máxima do nosso futebol”, acrescentou o clube mineiro, em nota.

Nota oficial do Cruzeiro – 7 de março

O Cruzeiro Esporte Clube repudia com veemência as declarações contra a equipe do Murici e ao estado de Alagoas divulgadas nos últimos dias e vem a público esclarecer a todas as torcidas que jamais compactuará com o menosprezo a qualquer clube de futebol.

Sendo um dos maiores vencedores da Copa do Brasil com quatro títulos e uma trajetória pautada por diversas superações de momentos críticos em sua história até se tornar o Melhor Clube Brasileiro do Século XX, o Cruzeiro sempre teve como um de seus princípios primordiais o respeito a todos os irmãos do futebol. Foi assim que o antigo clube da colônia de imigrantes italianos que residiam em Minas Gerais se tornou um gigante no cenário esportivo.

A competição Copa do Brasil, diferente de outras organizadas pela CBF, dá a oportunidade a diversos clubes de todos os estados brasileiros de brigarem por um dos mais importantes títulos do país de forma limpa e democrática. Graças a essa forma de disputa eliminatória, já presenciamos a conquista do troféu por vários times que atualmente não disputam a Série A do Campeonato Brasileiro, como Criciúma-SC, Santo André-SP, Paulista-SP e Juventude-RS, sem que jamais as façanhas alcançadas por essas equipes tenham sido desvalorizadas ou questionadas pelas suas legitimidades.

Ao cairmos em uma chave de confronto direto contra o Murici, o Cruzeiro buscou, desde o primeiro instante, se preparar para um duro confronto contra um adversário que tem se despontado no estado alagoano e que já alcançou importantes resultados nessa temporada ao eliminar o Juventude, campeão do torneio em 1999, e o América-MG.

O Cruzeiro Esporte Clube jamais solicitou à CBF que a primeira partida não fosse disputada na cidade de Murici. As notícias veiculadas de que o Cruzeiro teria vetado o estádio José Gomes da Costa são absurdas, já que nenhum clube tem esse poder junto à entidade máxima do nosso futebol.

Por fim, gostaríamos de lembrar que o estado de Alagoas e seu povo sempre foram admirados pelos mineiros por suas belezas e carinho com os moradores de Minas Gerais. Com grande orgulho e respeito ao adversário, na próxima quarta-feira, estaremos presentes em Murici para realizarmos o primeiro jogo oficial da história entre os dois times, na certeza de que os apaixonados por futebol assistirão a uma grande partida, disputada de forma leal e digna, como mandam as tradições de ambas as instituições.


Nota oficial do Murici - 6 de março

A diretoria do Murici Futebol Clube, torcedores e todo o futebol alagoano manifestam total repúdio às declarações do radialista João Vitor Xavier, da Rádio Itatiaia FM, de Minas Gerais, feitas na última semana durante o programa "Bastidores", no qual é apresentador. João Vitor usou o microfone aberto da emissora, com completa prepotência e rispidez, para menosprezar e subestimar o Murici F.C., chegando a chamar de 'insignificante' o Alviverde e se equivocar ao dizer que o Estado de Alagoas não tem representatividade no futebol, quando por aqui temos grandes clubes como CRB, CSA, ASA e o próprio Murici F. C.. A tentativa de diminuir o futebol alagoano deve ser combatida, principalmente quando um comunicador do Sudeste, que desconhece a garra do nosso futebol, usa a mídia falada para dejetar comentários rasteiros e mostrar sua estupidez.

O Estádio José Gomes da Costa – casa do Murici F. C. –, que também foi alvo de críticas do radialista, tem total condições de receber qualquer partida de futebol, uma vez que foi inspecionado, aprovado e recebeu alvará pelos órgãos de fiscalização (Corpo de Bombeiros e Federação Alagoana de Futebol), e atualmente está sediando jogos do Campeonato Alagoano. É importante frisar que não houve manobra para que o jogo entre Murici e Cruzeiro fosse realizado em nosso estádio, como insinuou o próprio radialista. Simplesmente o mandante da primeira partida da fase – no caso, o Murici F. C. – decide onde quer jogar, sob condições preestabelecidas pela CBF. Não abrimos mão de atuar em nossa casa!

Nosso time é grande no futebol e no respeito ao adversário. Lutamos para chegar na Copa do Brasil, onde já enfrentamos times como Flamengo-RJ, Juventude-RS e América-MG (estes dois últimos eliminados por nossa equipe), e teremos o enorme privilégio de duelar contra o Cruzeiro. Que seja um jogo de gols e emoção, pois dentro de campo são "11 contra 11", e o tamanho do clube às vezes não interfere no placar final.

Senhor João Vitor Xavier, o Murici é '150 vezes maior' que a sua insignificância, diga-se de passagem! #RespeitaAlagoas #NósTemosFutebol #VerdãoDasMatas #MuriciFC

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade