Alagoas, 20 de maio de 2022 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
LANÇAMENTO

Psicóloga lança livros com histórias de amor vivenciadas por mulheres em prisões mistas do Sul de MG

Com Agências

05/05/2022 18h06

Ana Cristina baseou as obras na experiência que teve como psicóloga no sistema prisional.
Reprodução/Arquivo pessoalAna Cristina baseou as obras na experiência que teve como psicóloga no sistema prisional.

Durante três anos, a psicóloga Ana Cristina ouviu histórias de amor de mulheres encarceradas em presídios mistos no Sul de Minas. Entre os assuntos, verdadeiros desabafos de presas que desejam ser amadas. Conversas que agora fazem parte de dois livros, que serão lançados na quinta-feira (5), em Poços de Caldas (MG).

Ana Cristina Costa Figueiredo, de 34 anos, é pós-doutoranda em psicologia pela Universidade do Porto; além de doutora em Psicologia, mestra em Psicologia Clínica e especialista em Terapia de Casal e Família. A autora é nascida em Capitólio (MG), mas já vive há 18 anos em Poços de Caldas.

‘Amor entre as grades’ e ‘Paixões Aprisionadas’ são resultados do trabalho desenvolvido por ela nos presídios de Andradas (MG) e Poços de Caldas (MG). Escritos durante a pandemia, os livros abordam histórias de encarceradas que desejam ter e poder se relacionar de modo afetivo-sexual com outras pessoas.

Produção dos livros


A ideia e o processo de produção de ambos foram baseados na experiência de Ana Cristina, enquanto atuava como psicóloga no sistema prisional sul-mineiro, entre os anos de 2014 e 2017.

“Os livros não são sobre mim, eles são sobre essas pessoas aprisionadas e elas precisam ser escutadas. As vozes delas precisam ser reverberadas”, reforça a escritora.

‘Amor entre as Grades: Relacionamentos Afetivo-Sexuais de Mulheres em Presídios Mistos’ foi escrito entre 2017 e 2020. O livro tem uma linguagem mais acadêmica, já que foi baseado em estudos para uma tese de doutorado.

Ana conta que depois de ter publicado o primeiro livro, em 2020, ela percebeu que ele interessava principalmente o público acadêmico e profissionais do sistema prisional. Além disso, a escritora ressalta que o assunto precisava e, ainda precisa, ir mais longe.

E foi assim que surgiu ‘Paixões Aprisionadas: Histórias de Amor Vivenciadas por Mulheres no Cárcere’, direcionada ao público de maneira geral. A segunda obra foi publicada em 2021 e tem intenção de ser uma leitura mais leve e acessível. O livro é composto por histórias baseadas nas impressões que ela teve enquanto trabalhou nos presídios.

Mulheres em presídios mistos

Desde o lado de fora, a vida das mulheres é marcada por múltiplas violências, como agressões físicas, verbais e psicológicas. Dentro do presídio, a situação não muda. Apesar de comportar homens e mulheres, na maioria das vezes, esses espaços provocam a invisibilidade das encarceradas.

“Acredito que vários fatores são produtores de desigualdade, de violação de direitos, de violência. [...] Vários se interseccionam e, então, acabam intensificando a vulnerabilidade na vida dessas mulheres”, explica a psicóloga.

Ana Cristina ressalta que, ao analisar estatísticas ligadas às mulheres nas prisões, foi possível perceber que a maioria delas compartilha o mesmo perfil. São condenadas por crimes como furto, roubo e tráfico de drogas. São mulheres jovens, muitas vezes mães, e que, sobretudo, se assemelham em raça, etnia e classe social.

Preocupação social


A psicóloga acredita que, de maneira geral, as pessoas não se atentam muito ao que acontece nas prisões. “São lugares que são invisibilizados, vidas aprisionadas, são vidas para as quais nós não desejamos olhar”.

“É muito mais fácil colocar a culpa pelo aprisionamento, exclusivamente no indivíduo, sem analisar os fatores sociais que estão envolvidos, sem perceber a nossa contribuição inclusive para que a nossa sociedade funcione desse jeito”, ressalta Ana Cristina.

“É uma luta que, muitas vezes, é extremamente desafiadora por conta do preconceito. Muitas pessoas não estão muito abertas para ouvirem e analisarem tudo isso de forma mais complexa. Quem sabe como formiguinha, aos poucos, eu não vou proporcionando essas reflexões?”

Lançamento dos livros

O evento de lançamento acontece na quinta-feira (5), às 19h, na Casa do Colono - Café & Bistrô. O local fica no interior das Thermas Antônio Carlos, localizada à Praça Dr. Pedro Sanches, no Centro de Poços de Caldas.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade