Alagoas, 16 de outubro de 2021 25º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ENTRETENIMENTO

Secretário confirma retorno de grandes shows a partir de outubro em Alagoas

Decisão foi tomada cinco dias após reunião com empresários com setor

Bruno Fernandes

25/09/2021 13h01 - Atualizado em 25/09/2021 13h01

Alexandre Ayres anunciou medida nas redes sociais
Agência AlagoasAlexandre Ayres anunciou medida nas redes sociais

O secretário estadual de Saúde, Alexandre Ayres, confirmou na manhã deste sábado, 25, o retorno dos eventos de entretenimento em Alagoas a partir de outubro, em publicação compartilhada pelo gestor nas redes sociais.

Segundo o atual decreto estadual de emergência, publicado na última semana, eventos sociais, corporativos e celebrações no estado estão autorizados, mas somente aqueles sem venda de ingressos e que sejam limitados a 100 pessoas (ao ar livre) ou a 50 pessoas (em locais fechados).

Conforme informou o gestor da pasta estadual, a capacidade de público vai aumentando de acordo com a proximidade com o fim do ano: 50% da capacidade no mês de outubro, 80% no mês de novembro e 100% da capacidade de público no mês de dezembro.

Para a decisão, o secretário destacou a redução da taxa de transmissibilidade do vírus no estado. Divulgada ontem, a taxa está em 0,66 em Alagoas, enquanto o Brasil, em 1,15.

Como ter acesso

Para comparecer nesses eventos, a população que já concluiu o ciclo vacinal deve apresentar o comprovante, ou seja, o cartão de vacina. Quem tomou apenas a primeira dose deve realizar o teste RT-PCR e mostrar o resultado negativado para o vírus.

Atualmente, esta comprovação pode ser feita tanto por meio do cartão fornecido pelas prefeituras ou pelos canais digitais do Sistema Único de Saúde (SUS), que contêm informações sobre o histórico de vacinação do cidadão.

Reunião com empresários

A medida foi decidida após reunião na última segunda-feira, 20, com empresários do setor que justificaram o pedido de autorização ao governo do estado, utilizando como base melhoras nos indicadores da pandemia em Alagoas: capacidade do sistema de saúde e evolução da pandemia.

O retorno sugerido pelos empresários durante a reunião é para que seja imediato e realizado de forma gradual de todas as festas, de grande, médio e pequeno portes, com um rígido controle de acesso dos participantes, seguindo parâmetro internacional.

“É importante destacarmos que, em razão da necessidade do distanciamento social, que visava evitar as aglomerações, não somente as empresas promotoras de eventos paralisaram seus trabalhos. Toda a cadeia produtiva que gira em torno delas também foi igualmente afetada", frisou Sérgio Feitosa, presidente da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape) na reunião.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade