Alagoas, 16 de outubro de 2021 25º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
VENDA DE INGRESSOS

Secretário da Saúde de Alagoas prevê retomada de shows de grande porte em outubro

Atual decreto proíbe realização de eventos com venda de ingressos em Alagoas

Bruno Fernandes

20/09/2021 16h04 - Atualizado em 20/09/2021 17h05

Reunião aconteceu na tarde desta segunda-feira
AssessoriaReunião aconteceu na tarde desta segunda-feira

Os grandes eventos com venda de ingressos em Alagoas estão previstos para serem retomados a partir do mês de outubro, informou nesta segunda-feira, 20, o secretário de Estado da Saúde, Alexandres Ayres, durante reunião com representantes do setor.

O retorno sugerido pelos empresários durante a reunião é para que seja imediato e realizado de forma gradual de todas as festas, de grande, médio e pequeno portes, com um rígido controle de acesso dos participantes, seguindo parâmetro internacional.

Para que o publico tenha acesso, os organizadores informaram no protocolo criado para o retorno da atividade que vai exigir que seja comprovada a imunização contra a covid-19.

Atualmente, esta comprovação pode ser feita tanto por meio do cartão fornecido pelas prefeituras ou pelos canais digitais do Sistema Único de Saúde (SUS), que contêm informações sobre o histórico de vacinação do cidadão.

Os empresários justificaram o pedido de autorização ao governo do estado, utilizando como base melhoras nos indicadores da pandemia em Alagoas: capacidade do sistema de saúde e evolução da pandemia.

“É importante destacarmos que, em razão da necessidade do distanciamento social, que visava evitar as aglomerações, não somente as empresas promotoras de eventos paralisaram seus trabalhos. Toda a cadeia produtiva que gira em torno delas também foi igualmente afetada", frisou Sérgio Feitosa, presidente da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape).

Ainda segundo Feitosa, a curva epidemiológica de vítimas da pandemia tem diminuído aqui no estado e isso tem possibilitado vislumbrar um possível retorno para os eventos. "“Exatamente por acreditarmos na ciência e na seriedade das medidas adotadas pelos especialistas em saúde pública, nós ficamos parados por 18 meses. Tínhamos a consciência de que era necessário estarmos do mesmo lado para combater essa doença".

A capacidade de público vai aumentando de acordo com a proximidade com o fim do ano: 50% da capacidade no mês de outubro, 80% no mês de novembro e 100% da capacidade de público no mês de dezembro.

Segundo o atual decreto estadual de emergência, publicado na última semana, eventos sociais, corporativos e celebrações no estado estão autorizados, mas somente aqueles sem venda de ingressos e que sejam limitados a 100 pessoas (ao ar livre) ou a 50 pessoas (em locais fechados).

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade