Alagoas, 16 de janeiro de 2021 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
NO TWITTER

'Procure o que fazer', diz secretário de Turismo de Alagoas à Antonia Fontenelle

Atriz teve sua conta no Instagram bloqueada após ataques à Alagoas

Bruno Fernandes

13/01/2021 14h02 - Atualizado em 13/01/2021 15h03

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas, Rafael Brito
Agência AlagoasO secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas, Rafael Brito

O caso de agressão contra o ator global Henri Castelli chegou à cúpula do Turismo de Alagoas. Na manhã desta quarta-feira, 13, o gestor da pasta, Rafael Brito, usou as redes sociais para lamentar o ato de violência e mandar a atriz Antonia Fontenelle "procurar o que fazer".

A declaração do chefe da pasta acontece após a atriz e youtuber ter postado em seu perfil no Instagram uma série de vídeos onde cobrou uma posição das autoridades policiais do Estado sobre a agressão sofrida pelo ator.

No vídeo, ela chega a aconselhar turistas a tomarem cuidado quando visitarem Alagoas, mesmo o caso ainda estando sob investigação.


"Não irei responder a nenhum indivíduo(a) que de um fato isolado quer fazer uma generalização tacanha, mesquinha, pequena e inconsequente. O Turismo em AL cresce exponencialmente e aproximadamente 120 mil pessoas se beneficiam dessa atividade por aqui. Sra, procure o que fazer", declarou Rafael Brito em seu Twitter em resposta à atriz.

Ainda em investigação, a Polícia Civil de Alagoas (PC-AL) informou que o inquérito sobre o caso deve ser finalizado nos próximos 10 dias e que os agressores serão indiciados por lesão corporal.

Conta bloqueada

Após a série de vídeos, onde inclusive a atriz chama os agressores de aborígines, o Instagram bloqueou o perfil oficial de Antonia. Por meio de seu Twitter, ela se queixou da atitude da rede social comandada por Mark Zuckerberg.

"O Instagram excluiu uma série de stories onde eu relato que estou sendo ameaçada por ter denunciado uma agressão sofrida pelo ator @Castelli_Henri em Alagoas".

A atriz afirmou ainda que segundo foi informada pela plataforma "eu violei suas diretrizes, não satisfeitos deram uma travada no meu perfil. Ok vou pro YouTube".

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade