Alagoas, 16 de janeiro de 2021 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
CASO HENRI CASTELLI

Conta de Antonia Fontenelle no Instagram é bloqueada após ataques a Alagoas

Ator ficou ferido após supostamente se envolver em uma briga

Bruno Fernandes

13/01/2021 13h01 - Atualizado em 13/01/2021 16h04

Antonia Fontenelle se queixou no Twitter da atitude do Instagram
DivulgaçãoAntonia Fontenelle se queixou no Twitter da atitude do Instagram

O Instagram bloqueou o perfil oficial da atriz e apresentadora Antonia Fontenelle após ela gravar uma série de vídeos falando de Alagoas enquanto comentava o caso da agressão envolvendo o ator Henri Castelli.

Por meio de seu Twitter, a também youtuber se queixou da atitude da rede social comandada por Mark Zuckerberg. "O Instagram excluiu uma série de stories onde eu relato que estou sendo ameaçada por ter denunciado uma agressão sofrida pelo ator @Castelli_Henri em Alagoas".

A atriz afirmou ainda que segundo foi informada pela plataforma "eu violei suas diretrizes, não satisfeitos deram uma travada no meu perfil. Ok vou pro YouTube".

Nos vídeos postados, a atriz cobrou uma posição das autoridades policiais do Estado sobre a agressão sofrida pelo também ator, Henri Castelli. Nas imagens ela chega a aconselhar turistas a tomarem cuidado quando visitarem Alagoas, mesmo o caso ainda estando sob investigação.

"Cuidado quando vocês forem para Alagoas, cuidado mulheres com seus maridos, porque eles podem apanhar covardemente, e cuidado homens com suas mulheres, porque elas também podem sofrer alguma violência", disparou.

No episódio ocorrido durante uma festa de fim de ano em Alagoas, o ator ficou ferido após supostamente se envolver em uma briga e precisou passar por uma cirurgia.

Mesmo durante uma pandemia onde diversas restrições de passeios e eventos estão sendo impostas, a atriz afirmou que vai "cobrar uma posição da Secretaria de Segurança de Alagoas, das autoridades de lá, porque não é possível que as pessoas saiam de suas casas para fazer turismo, para se divertir ou para descansar e tenham que passar por isso".

As declarações causaram indignação no meio político alagoano. O deputado estadual Davi Maia disse que “cobrar segurança, investigação e punição dos envolvidos é o mínimo esperado”. 

“Mas não se pode condenar e generalizar o povo alagoano por causa de um ato isolado. Ela deve um pedido de desculpas a Alagoas”, disse o parlamentar.

Quem também se manifestou foi a deputada Cibele Moura. Ela disse que a Fontenelle foi extremamente infeliz ao generalizar o povo de Alagoas como violento e pediu: “Respeite Alagoas”.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade