Alagoas, 25 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
POLÊMICA

Xuxa aciona Justiça para cassar título de jornalista de Sikêra e demiti-lo da RedeTV!

UOL

16/11/2020 11h11

Xuxa e Sikêra Jr.
DivulgaçãoXuxa e Sikêra Jr.

Chamada de pedófila e acusada de fazer apologia às drogas, Xuxa Meneghel acionou seus advogados e processou Sikêra Jr. A rainha dos baixinhos pede na Justiça a cassação do título de jornalista do apresentador do Alerta Nacional, bem como sua demissão da RedeTV!, e uma indenização de R$ 500 mil --que ela pretende doar a instituições de caridade.

A ação foi protocolada na Vara Cível do Foro Regional de Santo Amaro, em São Paulo, em 27 de outubro, e a apresentadora da Record pediu tutela de urgência ao caso, pois alega que o rival oferece riscos à sociedade. Os advogados de Xuxa fizeram um longo relato para sustentar a tese de que Sikêra Jr. comete crimes diariamente ao vivo em seu programa na RedeTV!.

Foram citados episódios em que o apresentador faz comentários homofóbicos, transfóbicos e preconceituosos a cidadãos comuns, incita a zoofilia, faz acusações sem provas e comemora as mortes de pessoas. Mas o processo foi aberto porque Xuxa foi desqualificada por Sikêra Jr. em algumas ocasiões. A apresentadora se revoltou ao tomar conhecimento de um vídeo que o apresentador exibiu em seu programa, no qual aparecia um homem estuprando uma égua. 

Em vez de alertar para o crime de zoofilia, ele fez graça com a situação e ainda convocou dois membros de seu programa para simularem a cena ao vivo e para todo o Brasil. Xuxa se manifestou nas redes sociais, e Sikêra iniciou os ataques. A chamou de pedófila, usando como argumento o fato de a loira ter atuado no filme Amor Estranho Amor (1982), e a acusou de fazer apologia às drogas, por uma vez ela ter dito em entrevista que sua mãe, dona Alda Meneghel (1937-2018), fazia uso de maconha medicinal para amenizar sintomas de sua doença degenerativa.

Sikêra também afirmou que Xuxa incentiva as crianças a "safadeza, putaria e suruba" por ter lançado recentemente o livro Maya, o Bebê Arco-Íris, que conta a história de uma garotinha que tem duas mães. "Cuidado com teu filho, cuidado com tua filha. A mesma que fez um filme nua com uma criança de 12 anos. Ex-rainha, eu quero dizer para você que pedofilia é crime e não prescreve", disse o apresentador em 23 de outubro.

Diante das acusações, a apresentadora levou o caso à Justiça e alega que "o conteúdo exibido e prolatado pelo requerido é calunioso e está causando danos à imagem da autora [Xuxa], com repercussão negativa nas redes sociais, inclusive prejudicando seus negócios, que são relacionados à sua imagem, atingindo sua honra e dignidade", diz parte da ação. Xuxa afirma que os comentários do funcionário da RedeTV! "não se tratam de liberdade de expressão, mas de abuso de direito".

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade