Alagoas, 20 de setembro de 2020 22º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
LANÇAMENTO EM 2022

Netflix anuncia que vai produzir minissérie sobre vida de Ayrton Senna

Com Agências

03/09/2020 14h02

Brasileiro foi tricampeão de Fórmula 1 e é considerado um dos maiores da história do automobilismo
DivulgaçãoBrasileiro foi tricampeão de Fórmula 1 e é considerado um dos maiores da história do automobilismo

A Netflix anunciou nesta quinta-feira, 3, que está desenvolvendo uma minissérie baseada na vida de Ayrton Senna, um dos nomes mais conhecidos da Fórmula 1 até hoje. O atleta morreu em 1994, aos 34 anos, e nesse meio tempo venceu três vezes o Campeonato Mundial de Fórmula 1, eternizando seu nome no esporte.

Ainda de acordo com as informações divulgadas, a minissérie deve ter cerca de oito episódios e será gravada tanto em português do Brasil, país natal de Ayrton Senna, quanto em inglês. Por enquanto, a previsão é que a produção seja lançada na plataforma de streaming apenas em 2022. 

Senna, apesar de ter nascido no Brasil, mudou-se para a Inglaterra, onde começou sua carreira. A minissérie mostrará o começo de tudo, mas também o fim trágico que ele teve em Ímola, na Itália, durante a San Marino Grand Prix. O acidente inesperado resultou em sua morte precoce.

A família do tricampeão também participa ativamente do projeto e autorizou a equipe de gravação a ter acesso à casa onde Senna cresceu em São Paulo. "É muito especial poder anunciar que contaremos a história que poucos conhecem dele. A família Senna está empenhada em fazer deste projeto algo totalmente único e inédito. E ninguém melhor do que a Netflix, que tem um alcance global, para ser nossa parceira neste projeto", afirmou a irmã de Ayrton, Viviane Senna.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade