Alagoas, 03 de abril de 2020 26º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
INOCENTES DE BELFORD ROXO

Alagoana Marta é homenageada por escola de samba do Rio de Janeiro

"Marta do Brasil - Chorar no começo para sorrir no fim", foi o enredo escolhido

Bruno Fernandes com CBF

23/02/2020 15h03

Alagoana empolgou o público com desfile
Agência O GloboAlagoana empolgou o público com desfile

Medalhista olímpica, maior artilheira das Copas, seis vezes eleita a melhor jogadora do mundo, Embaixadora da ONU e, agora, tema de samba-enredo de carnaval. A alagoana Marta, a Rainha do Futebol, foi homenageada na madrugada deste domingo, 23, pela Inocentes de Belford Roxo na Marquês de Sapucaí.

A escola, que disputa o acesso para a Série Especial do Rio de Janeiro, foi para a avenida com o enredo "Marta do Brasil - Chorar no começo para sorrir no fim".

O nome evoca a declaração da atleta após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo do ano passado.

"Marta é simples, ela é do povo. Ela saiu de Dois Riachos, chegou ao Rio com sonhos e os conquistou". A frase dita pelo carnavalesco Jorge Caribé explica o motivo da atacante ser o destaque desse ano da escola.

Mais do que o talento com os pés, a Belford Roxo valorizou a trajetória de vida da jogadora. O objetivo foi utilizá-la como referência para todas as mulheres que saem em busca de suas próprias metas.

O enredo exalta também imagem da guerreira dos dias atuais. Aos 34 anos, a camisa 10 da Seleção Brasileira comemorou a oportunidade de contar sua história.

Com cerca de dois mil componentes, a Inocentes de Belford Roxo abriu o desfile com o "Nordeste Minha Paixão". Através das fantasias e das coreografias, a comissão de frente retratou o sonho da atacante se tornando realidade.

O carro abre-alas foi um tributo ao estado de Alagoas, e representou o pontapé inicial de sua carreira. O desfile também passou pela cultura nordestina, pelas conquistas durante sua trajetória profissional e por sua batalha à igualdade de gênero.

Imobilizando a Sapucaí, Marta fez questão de agradecer do início ao fim da apresentação. A atacante entrou na última ala da escola de samba que trouxe uma grande chuteira dourada evidenciando suas seis Bolas de Ouro e o título de Embaixadora da ONU.

Além dela, o carro contou com a presença de sua mãe, Dona Tereza, de seus familiares e amigos. A técnica da Seleção Brasileira, Pia Sundhage, e a auxiliar técnica Bia Vaz também marcaram presença no desfile.

A Inocentes ainda contou com a ajuda de quinze jogadoras de futebol do América Futebol Clube e, pela primeira vez, com intérpretes de libra à frente da bateria.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade