Alagoas, 23 de setembro de 2019 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
revelações

Apresentador do "JN" levou tombo no ar e quase perdeu emprego

Na Telinha

11/09/2019 12h12

O jornalista Fausto Camunha
Foto: DivulgaçãoO jornalista Fausto Camunha

Editor-chefe do "Jornal Nacional" em São Paulo entre 1971 e 1974, o jornalista Fausto Camunha contou em seu blog, "Gente que Fala", que o apresentador Lívio Carneiro (1936 - 2003), que apresentava as notícias ao vivo da capital paulista, quase perdeu o emprego na Globo por levar um tombo no ar após ser chamado de surpresa por Cid Moreira.

"Com o Lívio aconteceu um fato inusitado. O Jornal Nacional estava no ar e tínhamos duas entradas aqui de São Paulo. A primeira, antes do noticiário internacional. A segunda, depois. Houve a primeira entrada e, como estava muito calor, mesmo com o ar condicionado, o Lívio tirou o paletó e afrouxou o nó da gravata", relembrou Fausto, que atualmente trabalha com assessoria de imprensa empresarial.

E completou: "De repente o Cid Moreira chama São Paulo de novo, pegando o Lívio desprevenido. Ele levantou vestindo o paletó e apertando a gravata, tudo ao mesmo tempo e correu para sentar na banqueta, de onde apresentava o jornal. Na correria, quando ele se sentou, a banqueta virou e o Lívio acabou levando um tremendo tombo. Quem assistia ao telejornal viu o apresentador só passando pela tela… Quase perdeu o emprego. Depois desse acontecimento saiu uma ordem geral para toda a rede: 'Durante a apresentação do telejornal fica proibido o apresentador levantar-se, seja qual for o motivo'”.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade