Alagoas, 28 de janeiro de 2021 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ELEIÇÕES 2020

Maceioenses decidem neste domingo quem será o novo prefeito da capital

Dois representantes de grupos políticos se enfrentam de olho nas eleições de 2022

Bruno Fernandes com Odilon Rios

29/11/2020 07h07 - Atualizado em 29/11/2020 08h08

Alfredo Gaspar e JHC estão no segundo turno
DivulgaçãoAlfredo Gaspar e JHC estão no segundo turno

Dois representantes de grupos políticos se enfrentam de olho nas eleições de 2022. Ambos vão às urnas neste domingo, 29, dizendo que são os novos rostos na política alagoana.

João Henrique Holanda Caldas, 33 anos, neto e filho de políticos; Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, 50 anos, tetraneto de barão, ouvidor da Coroa e outros nobres do Brasil Império. Duas pessoas em lados opostos mas semelhantes na linha ideológica: centro-direita.

JHC é advogado, especialista em direito digital, mestrando em gestão pública e empreendedor. Foi eleito em 2014 como o deputado federal mais votado de Alagoas. Nas eleições gerais de 2018, foi candidato à reeleição, sendo o deputado federal mais bem votado do Brasil, proporcionalmente.

Do outro lado está Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, que iniciou a carreira no Ministério Público Estadual de Alagoas em 1996, tendo atuado em várias promotorias do interior e promotorias Especializadas da Capital e nos gabinetes da Procuradoria-Geral de Justiça e da Corregedoria Geral.

Na condição de representante do MPE, participou também das investigações de casos de grande repercussão no estado, a exemplo do assassinato da ex-deputada federal Ceci Cunha (1998) e do extermínio de moradores de rua em Maceió (2010). Já compôs os conselhos estaduais de Defesa dos Direitos Humanos e de Segurança Pùblica. Foi secretário de Segurança Pública e procurador-geral de Justiça. Deixou a carreira do MP para se candidatar a prefeito de Maceió.

E se JHC vencer?

As eleições deste domingo definem o espaço de muita gente. Se JHC vencer, seu suplente na Câmara, Pedro Vilela, vira deputado federal. Pedro é neto e sobrinho de políticos. Seu tio, Teotonio Vilela Filho, governou Alagoas. Seu avô, Teotônio, era senador, dono de usina, neto e bisneto de senhores de engenho- os barões do açúcar.

E se Alfredo ganhar?

Ele pode disputar as eleições em 2022 ao governo, mas já adiantou que cumprirá o mandato integral de prefeito. Porém vira um cabo eleitoral de prestígio, tendo sob seu comando a maior quantidade de votantes no estado, já que em Arapiraca (segundo maior colégio eleitoral) Luciano Barbosa é tratado como inimigo de Renan Filho, até segunda ordem.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade