Alagoas, 24 de janeiro de 2021 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ELEIÇÕES 2020

Beneficiários do auxílio emergencial doaram mais de R$ 54 milhões

Metópoles

26/11/2020 05h05 - Atualizado em 26/11/2020 05h05

Mais de R$ 589 milhões em doações são investigados pelo TSE
Agência BrasilMais de R$ 589 milhões em doações são investigados pelo TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) identificou cerca de 64 mil beneficiários do auxílio emergencial que fizeram doações de campanha no primeiro turno das eleições municipais deste ano.

De acordo com a área técnica do TSE, o pagamento do auxílio emergencial teve impacto significativo no montante total de doações e pagamentos com suspeitas de irregularidades. Até o momento, cerca de R$ 589 milhões são investigados pelo tribunal.

O documento apontou ainda 31.725 fornecedores de campanha, entre beneficiários do Bolsa Família ou do auxílio emergencial. Empresas com esse propósito receberam, juntas, R$ 386 milhões.

Além disso, também foram identificadas:
7.985 empresas criadas recentemente e com sócio filiado a partido político que receberam um total de R$ 68,7 milhões;
12.437 doadores sem emprego formal que repassaram um total de R$ 44,2 milhões;
2.751 doadores com renda incompatível com doações que somam R$ 23,7 milhões;
5.603 prestadores de serviço que têm parentesco com candidatos e que receberam um total de R$ 7,3 milhões;
1.949 fornecedores sem registro na junta comercial ou na Receita que receberam R$ 3,3 milhões;
24 doadores aparecem no Sistema de Controle de Óbitos e como responsáveis por doações de R$ 36 mil.
A partir do relatório da Justiça Eleitoral, juízes poderão determinar novas investigações, além de usar o material para julgar as contas eleitorais.

O Ministério Público Eleitoral também vai apurar os casos. Se um candidato tiver qualquer irregularidade confirmada, poderá ter seu mandato questionado na Justiça.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade