Alagoas, 23 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ELEIÇÕES 2020/MACEIÓ

Lenilda Luna elege Educação como instrumento de combate à desigualdade social

Redação

24/10/2020 06h06 - Atualizado em 24/10/2020 06h06

Lenilda Luna, candidata à Prefeitura de Maceió pela Unidade Popular
Arte/RedaçãoLenilda Luna, candidata à Prefeitura de Maceió pela Unidade Popular

A população sabe que vai escolher seus representantes públicos nas eleições. Entretanto, muitas pessoas não estão preparadas para decidir, com segurança, quem deve administrar a cidade, por exemplo. Poucos podem falar sobre os candidatos com propriedade ou conseguem fazer uma análise do momento político atual e do futuro. As campanhas estão nas ruas e a primeira votação será em 15 de novembro. Para auxiliar o eleitor neste momento decisivo, o EXTRA vai publicar entrevistas com todos os candidatos a prefeito de Maceió. Esperamos que as respostas possam esclarecer e facilitar o processo de escolha. Nossa entrevista de hoje é com a candidata Lenilda Luna (UP).

Como pretende contribuir para superar os graves problemas da desigualdade social em Maceió?
Maceió é uma cidade marcada pelas desigualdades sociais e sentimos na pele todos os dias os efeitos desses problemas, pois eu e Vânia somos uma candidatura a prefeitura de duas mulheres trabalhadoras, eu jornalista e ela catadora de materiais recicláveis, que moram na periferia e sofremos os problemas de falta de moradia, transporte público, saneamento básico e desemprego, questões de gênero e raça, entre outras. E estamos cansadas de pessoas que nunca passaram por nada disso falarem que vão resolver e eleição após eleição nada fazem. Construímos nosso programa com pessoas que sofrem na pele esses problemas e sabem o que fazer para resolver. Em nosso plano de governo são contempladas ações que tocam todos os pontos mencionados e o público focado nas ações propostas abrange os setores mais vulneráveis da sociedade de Maceió.

Qual a prioridade no seu programa de governo?

A prioridade do nosso programa é com o povo. O povo trabalhador, o povo pobre, que mora na periferia, homens e mulheres que sabem o quanto custa cada gota de suor para poder sobreviver, e que dia após dia sofre com os problemas da nossa cidade. Esses terão a oportunidade de pela primeira vez governar a cidade através de conselhos populares nos bairros, que irão deliberar quais serão as prioridades da prefeitura de Maceió. Para isso, contamos com um forte programa de alfabetização e educação que irão dar sustentação a esses conselhos populares.

Como se posiciona em relação aos recorrentes escândalos nacionais de corrupção e qual estratégia deve adotar para combater?

Somos absolutamente contra a corrupção na política. Percebemos que há anos diversos partidos têm sido financiados por empresas e empresários que ditam os rumos do Executivo, Legislativo e Judiciário brasileiro. Ajudei a fundar a Unidade Popular porque vi a garra de vários companheiros e companheiras que já organizavam a luta popular com o princípio da autossustentação financeira, que é a construção material e intelectual por partes daqueles que formam o coletivo. Este é um principio muito valoroso para todos e todas que fazem parte deste partido e através da total transparência das contas públicas iremos governar a capital de Alagoas. Assim, também defendemos a auditoria dívida pública municipal com a participação cidadã.

Quais serão suas propostas concretas na área de educação, uma das mais afetadas pela pandemia, e como vai garantir recursos financeiros para o setor?

Na área de educação, a Unidade Popular tem amplo plano de governo porque a consideramos um a fermenta de transformação dos mais pobres. Assim, as propostas serão:
A. primeiramente a erradicação dos índices de analfabetismo através de brigadas de ensino com turmas nos bairros utilizando escolas municipais, estaduais, associações de moradores e centros comunitários. Cada turma terá duração de cinco meses, num total de 120 horas/aula. Cada estudante receberá uma bolsa-incentivo de R$200, material didático e fardamento. Os monitores serão selecionados entre estudantes universitários (especialmente de Pedagogia) e educadores populares.
B. A assistência educacional e acompanhamento psicológico para se garantir ao alcance das metas e reduzir o número de desistências nos programas de educação.
C. Educação Infantil e Ensino Fundamental público, gratuito, de qualidade e socialmente referenciada para todas as crianças: ampliação da quantidade e investimento em estrutura para os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI);
D. Implementação do tempo integral em todas as escolas municipais: a Escola de Tempo Integral, em nosso município, precisa de uma reformulação. Precisamos de um ensino eficaz, transformador e sensível à realidade na qual o aluno está inserido. Não se trata de apenas dobrar a carga horária de disciplinas curriculares, mas de levar esporte, cultura, pesquisa e lazer aos maceioenses em formação, tudo isso aliado ao aprendizado.

Caso seja eleita, qual serão seus planos para valorizar o funcionário público, peça essencial na administração?

A valorização do funcionário público de todas as áreas é fundamental no plano da Unidade Popular. Temos planos específicos para:
a) Valorização dos professores, técnicos e auxiliares educacionais: Construiremos, em diálogo com os servidores da área educacional e suas entidades representativas, um plano de cargos e carreiras que permita, ao longo de quatro anos, um aumento salarial capaz de corrigir o déficit nas remunerações desses trabalhadores; ao mesmo tempo, lutaremos incansavelmente para que não haja desvios de verbas públicas direcionadas para a manutenção e desenvolvimento da educação alagoana, especialmente no município de Maceió;
b) Realizar concursos públicos para garantir que todos os profissionais integrem o quadro efetivo do Município, eliminando a carência em diferentes áreas como, por exemplo, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e de laboratório, bioquímicos, biomédicos, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, agentes comunitários de saúde, agentes de combate a endemias e demais profissionais, etc. fundamentalmente no contexto da pandemia.

Quais as principais propostas para gerar emprego na capital?

A geração de emprego, trabalho e renda e4stá dentre as propostas da Unidade Popular e são as seguintes:
a) Empregabilidade Trans: fornecer formação e qualificação profissional; criação de um programa de inserção de pessoas transexuais no mercado de trabalho formal;
b) Fortalecimento da comercialização da produção oriunda da agricultura familiar, culinária e atividade de pesca/marisco, com a criação/manutenção de espaços de comercialização e implementação de programas em que a prefeitura compre de tais setores populares os produtos para a alimentação escolar e para distribuição à população baixa renda;
c) Incentivar empreendimentos solidários, fomentar cooperativas de trabalhadores e fornecer qualificação profissional aos trabalhadores. Incentivar segmentos como: pesca artesanal, agricultura familiar, artesanato, corte e costura, catadores de materiais recicláveis, entre outros;
d) Políticas públicas para o mercado informal, fornecendo apoio, capacitação e oportunidades de formalização para vendedores ambulantes de Maceió;
e) Promover a qualificação e a requalificação profissional da população desempregada e sua reinserção no mercado de trabalho formal;
f) Criação de um programa de renda mínima, voltado a população de baixa renda.

Quais ações devem ser adotadas para incrementar o turismo no pós-pandemia?

O setor de turismo é uma parte importante dos serviços produzidos no município e seu fortalecimento é fundamental para a geração de trabalho e renda assim como meio de divulgação de nossa cultura. Nesse sentido, temos como proposta: Fortalecimento da economia do turismo e inserção de pontos fixos de comercialização, espaços para segmentos de cultura e artesanato, gerando emprego e renda.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade