Alagoas, 25 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ELEIÇÕES 2020 /MACEIÓ

Cícero Filho elege como prioridade a redução das desigualdades sociais

Redação

22/10/2020 07h07

Cícero Filho é candidato pelo PC do B a prefeito de Maceió
Arte/RedaçãoCícero Filho é candidato pelo PC do B a prefeito de Maceió

A população sabe que vai escolher seus representantes públicos nas eleições. Entretanto, muitas pessoas
não estão preparadas para decidir, com segurança, quem deve administrar a cidade, por exemplo. Poucos podem
falar sobre os candidatos com propriedade ou conseguem fazer uma análise do momento político atual e
do futuro. As campanhas estão nas ruas e a primeira votação será em 15 de novembro. Para auxiliar o eleitor
neste momento decisivo, o EXTRA vai publicar entrevistas com todos os candidatos a prefeito de Maceió.
Esperamos que as respostas possam esclarecer e facilitar o processo de escolha. Nossa entrevista de hoje é com
o candidato Cícero Filho (PC do B)


Como pretende contribuir para superar os graves problemas da desigualdade social em Maceió?
O quadro da pobreza tende a aumentar no próximo período dada as condições de pandemia em que estamos vivendo, aumentando, assim, a desigualdade na nossa capital. Por isso nosso governo fortalecerá nossos CRAS, propondo ações conjuntas com o Governo do Estado para o fortalecimento dos CRAS no município por meio do FECOEP. É preciso estabelecer melhores estruturas de atendimento e criar departamentos especiais voltados para o cuidado da população em condição de pobreza extrema na capital.

 Qual a prioridade no seu programa de governo?

Diminuir a desigualdade social. É inadmissível conviver com tanta disparidade na capital alagoana. Vamos buscar aumentar os Índice de Desenvolvimento Humano Municipal por bairro ou agrupamentos de bairros por meio de ações em conjunto com empresas (gerando emprego e aumentando a renda da população), universidades (levantamento de dados científicos e criação de programas sociais) e o Governo do Estado.

 Como se posiciona em relação aos recorrentes escândalos nacionais de corrupção e qual estratégia deve adotar para combater?

Em nível nacional, é preciso ampliar o acesso à informação e a transparência das contas públicas, além de fortalecer os órgãos de controle. Em Maceió, estruturaremos o combate a corrupção com a interlocução entre unidades de ouvidoria, auditoria, corregedoria e controladoria, conformando uma rede eficiente de combate à corrupção e fazendo com que o dinheiro público seja utilizado de modo correto.

Quais serão suas propostas concretas na área de educação, uma das mais afetadas pela pandemia, e como vai garantir recursos financeiros para o setor?
Vamos fazer o Programa Escola Digna Maceió, visando a construção de novas escolas e a reforma das que já existem, elaborando um padrão de qualidade a ser seguido com internet, biblioteca, laboratórios, espaços esportivos e lúdicos, sessões de cinema, servindo também como equipamentos de cultura, esporte e lazer para toda a comunidade. 

Instituir o Programa Escola Plural e Responsável, com foco no planejamento colaborativo da sociedade civil como parceiro na formulação do currículo, visando a inclusão real da história africana, indígena, educação ambiental, igualdade de gênero, combate a todo tipo de violência, empreendedorismo e inclusão digita. Garantir que a Alimentação Escolar siga os procedimentos para uma Segurança Alimentar com dignidade e fortalecer os vínculos com a agricultura familiar local, contribuindo para o desenvolvimento no campo e estimulando a criação de hortas comunitárias. Garantir a avaliação permanente do funcionamento da escola desde o ingresso à conquista do direito do aluno, por um diagnóstico no cumprimento de sua função social – conhecimento da origem, cultura, contexto e vivência dos alunos, as obrigações, possibilidades, limitações da escola – buscando as correções necessárias, contendo o tratamento permanente dos índices de evasão, de aprovação e reprovação e distorção idade-série, indicando os caminhos e acompanhando o percurso. 

Criar o Programa Escola Sustentável, Considerando desafio ligado à sustentabilidade ambiental, o Programa de Ação de Cícero Filho e Maria Yvone buscará a construção da escola sustentável com a implantação de Projetos/ações de Educação Ambiental em permanente parceria com as demais instituições educacionais e os órgãos de políticas e ações ambientais.

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) é o principal instrumento para realização das ações que propomos. Devemos otimizar a utilização dos recursos advindos dos programas ligados ao referido fundo. Além disso, é necessário pensar a Educação como responsabilidade transversal de toda a agenda do governo, buscando parcerias constantes com outras áreas, como Meio Ambiente, Saúde, Agricultura Familiar, Segurança, etc.

Caso seja eleito, qual serão seus planos para valorizar o funcionário público, peça essencial na administração?

Vamos criar o programa de décimo quarto salário para os servidores destaques, com premiação para os que obtiverem melhores avaliações de desempenho através de diversos critérios objetivos com métricas eficientes e participação cidadã. Outra forma de valorizar o servidor público municipal é garantir o aumento real de seu salário, aumentando o poder de compra e aquecendo assim a economia. O servidor será ouvido e poderá contribuir com a criação de melhorias dos serviços públicos propondo ideias nas mais diversas áreas com execução e premiação das melhores propostas por meio do programa INOVASERV.

Quais as principais propostas para gerar emprego na capital?

Vamos criar uma política municipal de incentivo a geração de emprego e renda na periferia de Maceió incentivando a instalação de comércio e indústrias com uso intensivo de mão de obra nessas regiões. Aqui pretendemos realizar pequenas obras de infraestrutura nos bairros da periferia e nas grotas de Maceió, com exigência de emprego da mão de obra da própria comunidade com foco nos pais ou responsáveis de alunos da rede municipal que tenham perdido o emprego durante a pandemia. Na fase inicial dessas obras, de modo emergencial, pretendemos contratar 5 mil trabalhadores e trabalhadoras. Além disso, iremos possibilitar linhas de microcrédito voltadas à criação de novos negócios e ampliação dos existentes, com foco em Microempreendedores Individuais – MEI, cooperativas e Pequenas Empresas.

 Quais ações devem ser adotadas para incrementar o turismo no pós-pandemia?

Com a diminuição do contágio e do número de óbitos na capital, o setor turístico vem reabrindo de modo gradativo. É possível verificar que a procura pela capital é alta, gerando boas perspectivas para nossa economia. É preciso garantir a segurança do turista e da população maceioense com ações que visem seguir as normas orientadoras da OMS para período pós pandemia, e alinhado a isso, fomentar ampla divulgação nacional de nossa capital como destino turístico, dado que o público interno prevalecerá em relação ao estrangeiro.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade