Alagoas, 27 de outubro de 2020 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ELEIÇÕES 2020/ JOSAN LEITE

Candidato aponta educação e turismo como prioridades para desenvolver Maceió

Redação

18/10/2020 05h05 - Atualizado em 19/10/2020 16h04

Josan Leite, candidato à Prefeitura de Maceió
Arte/RedaçãoJosan Leite, candidato à Prefeitura de Maceió

A população sabe que vai escolher seus representantes públicos nas eleições. Entretanto, muitas pessoas não estão preparadas para decidir, com segurança, quem deve administrar a cidade, por exemplo. Poucos podem falar sobre os candidatos com propriedade ou conseguem fazer uma análise do momento político atual e do futuro. As campanhas estão nas ruas e a primeira votação será em 15 de novembro. Para auxiliar o eleitor neste momento decisivo, o EXTRA vai publicar entrevistas com todos os candidatos a prefeito de Maceió. Esperamos que as respostas possam esclarecer e facilitar o processo de escolha. Nossa entrevista de hoje é com o candidato Josan Leite (Patriotas).

1- Como pretende contribuir para superar os graves problemas da desigualdade social em Maceió?


Tudo começa a partir da educação. Não é possível crescer sem uma educação de qualidade, nossas deficiências de décadas na área de formação estrangulam o nosso desenvolvimento econômico. As empresas e as famílias são os principais afetados com a educação de baixa qualidade. Além de incluir as disciplinas “empreendedorismo” e “Educação Financeira” na grade curricular, incentivaremos o pensamento empreendedor no cidadão, tornando-o um gerador de emprego, renda e desenvolvimento regional.

2- Qual a prioridade no seu programa de governo?


Geração de empregos e desenvolvimento seguindo estratégias: Incentivo à cadeia do turismo, desde a formação de mão-de-obra, até a facilitação da criação de novos negócios para o setor. Incentivo ao empreendedorismo. Incentivo à formação na área de tecnologia da informação. Criação de um Porto digital municipal. Fomento de ações ligadas ao esporte, visando o desenvolvimento de atletas de alta performance. Criação de uma agenda anual de atividades
Iremos promover a desburocratização e digitalização dos sistemas municipais, com o objetivo de facilitar a vida do cidadão.
Iremos tomar ações e usar tecnologias para promover nossa Maceió a cidade inteligente.

3- Como se posiciona em relação aos recorrentes escândalos nacionais de corrupção e qual estratégia deve adotar para combater?


O Brasil vem passando por várias mudanças e a corrupção tem sido sempre um combate do próprio Governo Federal e em Maceió não será diferente. Combateremos esse mal não nos juntando com a velha política e com o uso da tecnologia, para promover mais transparência para o cidadão e apresentando todos os gastos e investimentos realizados.

4- Quais serão suas propostas concretas na área de educação, uma das mais afetadas pela pandemia, e como vai garantir recursos financeiros para o setor?

Além de incentivar ao empreendedorismo através da disciplina “Educação Financeira”, criaremos um calendário anual de Eventos Esportivos, na busca constante da melhoria da nossa base educacional. Criaremos um Centro Acadêmico para Soluções de Cidades Inteligentes, e o curso de Gestor Público em Cidades Inteligentes.
Trabalharemos para criar uma gestão escolar mais eficaz, reduzindo a burocracia central, dando a possibilidade de repasses de recursos diretamente às escolas. E formalizaremos convênios com institutos de grande expertise, tais como: o instituto Ayrton Senna, que possui programas inovadores para alfabetização infantil e gestão escolar, entre outros;

5- Caso seja eleito, qual serão seus planos para valorizar o funcionário
público, peça essencial na administração?

Utilizaremos a competência como critério de escolha de nossa equipe de governo. Buscaremos um serviço público bem feito e implacável. Nossa arma contra os malfeitos e malfeitores é a tecnologia.

6- Quais as principais propostas para gerar emprego na capital?


Através do incentivo à cadeia do turismo, como falado anteriormente, desde a formação de mão-de-obra, até a facilitação da criação de novos negócios para o setor. Incentivando o empreendedorismo em todos os âmbitos da população. Incentivando à formação na área de tecnologia da informação.

7- Quais ações devem ser adotadas para incrementar o turismo no pós-pandemia?


O turismo será, em nossa gestão, a atividade prioritária e principal da economia e do desenvolvimento da Cidade Sorriso. Será atrelado a todas as políticas de Governo, seja na educação, saneamento, segurança pública, tecnologia, infraestrutura etc. Incentivar as empresas já instaladas em Maceió, em todos os setores, a abrirem sempre que possível atividades paralelas que possam gerar atratividade turística em seus negócios, por exemplo, implementando junto a indústria do coco, da cana, da agropecuária, entre outras a temática do turismo.
Trabalhar para que a cultura do turismo esteja implantada na mente do povo maceioense como algo importante para o seu desenvolvimento, para isso investiremos na capacitação técnica da mão-de-obra necessária para desempenhar com excelência as funções necessárias em todos os elos dessa cadeia produtiva: hotéis, bares, restaurantes, receptivos e outros.
Revitalizar as orlas marítima e lagunar, que deverão ser bem servidas de serviços, infraestrutura, segurança e acesso.
Estruturar um hotel escola.
Valorizar nossa cultura representada pelos folguedos, culinária e tradições.
Promover eventos esportivos para a baixa temporada (maio, junho e agosto).

OBS: A ordem das entrevistas foi por sorteio e a publicação será em dias alternados. A próxima entrevista é com
a candidata Valéria Correia (PSOL).

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade