Alagoas, 28 de outubro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ELEIÇÕES 2020/CORINTHO CAMPELO

Candidato defende redução da máquina pública e prefeituras de bairros

Redação

16/10/2020 06h06 - Atualizado em 16/10/2020 15h03

Corintho Campelo promete reduzir em 50% cargos comissionados para enxugar a administração
Arte/RedaçãoCorintho Campelo promete reduzir em 50% cargos comissionados para enxugar a administração

A população sabe que vai escolher seus representantes públicos nas eleições. Entretanto, muitas pessoas não estão preparadas para decidir, com segurança, quem deveria administrar uma cidade, por exemplo. Poucos podem falar sobre os candidatos com propriedade ou conseguem fazer uma análise do momento político atual e do futuro. As campanhas estão nas ruas e a primeira votação será em 15 de novembro. Para auxiliar o eleitor neste momento decisivo, o EXTRA vai publicar entrevistas com todos os candidatos a prefeito de Maceió. São as mesmas perguntas. Esperamos que as respostas possam esclarecer e facilitar na escolha do candidato. É claro que o eleitor vota pensando numa cidade melhor, num País mais justo, apesar de que pouquíssimos fazem ideia se a sua escolha foi a mais correta. Nossa entrevista de hoje é com o candidato Corintho Campelo (PMN).


1-Como pretende contribuir para superar os graves problemas da desigualdade social em Maceió?

Diminuindo a máquina pública, extinguindo 50% dos cargos comissionados e secretarias. Com o dinheiro economizado, vamos investir em projetos de geração de emprego e renda, através das prefeituras de bairros.

2-Qual a prioridade no seu programa de governo?


Viabilizar a gestão pública, elevando de 1% para até 30% a disponibilidade de recursos financeiros para investimento na melhoria da cidade de Maceió e da vida do povo.

3-Como se posiciona em relação aos recorrentes escândalos nacionais de corrupção e qual estratégia deve adotar para combater?


Vamos combater sem trégua a corrupção. A tecnologia será nossa grande aliada no controle da aplicação dos recursos públicos.

4-Quais as propostas concretas na área de educação, uma das mais afetadas pela pandemia, e como vai garantir recursos financeiros para o setor?


Educação de qualidade e todas as crianças na escola. A carência na rede pública de ensino será suprida através de parcerias público-privadas. Os recursos financeiros serão garantidos com a diminuição da máquina pública e o combate sem trégua ao desvio de dinheiro público.

5-Caso seja eleito, qual os planos para valorizar o funcionário público, peça essencial na administração?


Acabar com as terceirizações, cabides de empregos, diminuir 50% dos cargos comissionados, fazer concurso público e investir na qualificação profissional.

6-Quais as principais propostas para gerar emprego na capital?


Vamos descentralizar a administração, através de prefeituras de bairros, injetando, na economia local, os recursos de salários e investimentos, e estimulando o cooperativismo.

7-Quais ações devem ser adotadas para incrementar o turismo no pós-pandemia?


Maceió tem um enorme potencial turístico, mas precisamos incluir a periferia nesse processo. O turismo cultural terá atenção especial do poder público municipal.

OBS: A ordem das entrevistas foi por sorteio e a publicação será em dias alternados. A próxima entrevista é com o candidato Josan Leite (PATRIOTA).

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade