Alagoas, 25 de janeiro de 2022 24º min 31º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
NOVA VARIANTE

AMA e Ministério Público recomendam suspensão das festividades

Redação com Assessoria

29/11/2021 16h04 - Atualizado em 29/11/2021 20h08

Hugo Wanderley, presidente da AMA
Assessoria AMA-ALHugo Wanderley, presidente da AMA

A Associação dos Municípios de Alagoas (AMA) e o Ministério Público de Alagoas (MP/AL) recomendam às prefeituras a suspensão de festividades públicas de grande aglomeração. O critério pode ser aplicado às festas de Réveillon e carnaval.  

A orientação deve ser publicada oficialmente pelo MP e, segundo a AMA, foi resultado de uma reunião entre o presidente da instituição, Hugo Wanderley, e o procurador-geral de justiça, Márcio Roberto Albuquerque.

A recomendação acontece em função do surgimento da nova variante do coronavírus, a Ômicron. Wanderley teria discutido o assunto com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems) e com representantes do Plano Nacional de Imunização (PNI) no estado.

As instituições acreditam que ainda não é o momento adequado para aglomerações, principalmente as festividades públicas, enquanto não houver um total controle de segurança sanitária. “Nossa preocupação sempre foi – e vai continuar sendo- cuidar das pessoas e salvar vidas”, disse Hugo Wanderley, repetindo argumento usado com frequência por outros gestores, inclusive o governador Renan Filho.

Cautela

Durante um pronunciamento na última quarta-feira, o  Hugo Wanderley pediu para que os prefeitos tivessem cautela antes de planejar o carnaval de 2022 por causa da pandemia de covid-19. Na ocasião, ele alertou para a possibilidade de uma nova onda da doença no Brasil, caso haja relaxamento de medidas de prevenção.

Wanderley ressaltou que outros países já enfrentam mais uma onda de covid-19. "Nós temos que avançar ainda mais [com a vacinação] no nosso país e respeitar as medidas que estão sendo recomendadas pelos cientistas. Vamos aguardar para que a gente possa dar um parecer final se é seguro ou não realizar festas carnavalescas nos municípios alagoanos”.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade