Alagoas, 03 de dezembro de 2021 26º min 32º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MACEIÓ

Prefeitura leva vacinação contra a Covid-19 ao Casarão do CRB nesta terça

Assessoria

19/10/2021 08h08

Ação itinerante busca ampliar acesso facilitado da população à imunização
Secom MaceióAção itinerante busca ampliar acesso facilitado da população à imunização

Nesta terça-feira (19), das 9h às 16h, uma equipe da Gerência de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) levará a vacinação contra a Covid-19 para o Casarão do Clube de Regatas Brasil (CRB), no bairro do Jaraguá. A atividade, a princípio direcionada para os sócios torcedores do time, também será aberta à população em geral, a partir dos 12 anos, que ainda não foi vacinada com a 1ª dose ou que precisa completar seu ciclo vacinal com a 2ª dose ou a dose de reforço.

A vacinação itinerante ocorre devido a uma parceria firmada entre a Prefeitura de Maceió e os clubes de futebol, no que diz respeito a adoção de rigorosas medidas sanitárias para o retorno gradual da presença do público aos jogos realizados no Estádio Rei Pelé. A vacinação realizada nesses locais visa demonstrar o apoio dos times à campanha de vacinação contra a Covid-19.

Para garantir a 1ª dose é preciso levar a seguinte documentação: documento de identificação com CPF ou cartão SUS e comprovante de residência de Maceió. Adolescentes que não tenham RG podem apresentar a certidão de nascimento. Os adolescentes de 12 a 15 anos devem estar acompanhados pelo pai, mãe, responsável legal ou adulto delegado por eles, também com documento de identificação e declaração com autorização do responsável escrita à mão e assinada. Já para a 2ª dose, é preciso levar apenas um documento de identificação com foto e o cartão de vacinação comprovando que já tomou a 1ª dose.

A gerente de Imunização do Município, Eunice Amorim, explica o intervalos entre as doses de cada tipo de imunizante. “Para a Coronavac, o prazo é de 28 dias após a 1ª dose. Já para a Astrazeneca é de 12 semanas após a 1ª dose, podendo ser antecipada em até 10 dias e a Pfizer foi antecipada para 8 semanas após a 1ª dose (56 dias)”, conta.

Já aqueles que estão na época de tomar a dose de reforço devem ficar atentos à documentação e aos prazos:

– Para idosos a partir 60 anos: 180 dias completos após a 2ª dose, devendo levar documento de identidade e cartão de vacinação;

– Trabalhadores de saúde: 180 dias completos após a 2ª dose e devem ter vínculo com instituição de saúde de Maceió, devendo levar contracheque atualizado (último mês), declaração do serviço ou espelho de ponto carimbado e assinado pela direção ou responsável técnico, além de documento de identidade;

– Pessoas com alto grau de imunossupressão: 28 dias após a 2ª dose, devendo levar relatório, exame diagnóstico ou prescrição médica e checar se está inclusa no critério de alto grau de imunossupressão conforme orientação.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade