Alagoas, 19 de setembro de 2021 23º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
PANDEMIA

Alagoas confirma mais cinco mortes por covid-19 em 24 horas

Bruno Fernandes

13/09/2021 16h04

Alagoas registra 237 mil casos de infecção por coronavírus desde o ano passado
Agência BrasilAlagoas registra 237 mil casos de infecção por coronavírus desde o ano passado

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), desta segunda, 13, confirmou 27 novos casos de covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 237.209 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 432 estão em isolamento domiciliar.

Outros 230.383 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 4.766 casos em investigação epidemiológica. Com isso, Alagoas tem 6.141 óbitos por Covid-19.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 6.141 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em outros estados.

Dos 6.133 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 3.389 eram do sexo masculino e 2.744 do sexo feminino. Eram 2.672 pessoas que residiam em Maceió e as outras 3.461 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Das cinco mortes confirmadas laboratorialmente por causa do novo coronavírus, três eram de vítimas da capital alagoana e duas do interior do Estado.

As vítimas de Maceió eram dois homens de 70 e 97 anos, além de uma mulher de 42 anos. Em relação às duas vítimas que residiam no interior do Estado, eram duas mulheres de 31 e 47 anos.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade