Alagoas, 18 de junho de 2021 24º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
GRUPO DE RISCO

Fenaj vai à Justiça para incluir jornalistas no plano de imunização

R7

10/06/2021 07h07 - Atualizado em 10/06/2021 08h08

155 trabalhadores da comunicação morreram este ano, um salto de 280% em relação aos óbitos de 2020
Fenaj155 trabalhadores da comunicação morreram este ano, um salto de 280% em relação aos óbitos de 2020

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) entrou nesta quarta-feira (9) com uma ação civil pública contra a União no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). A entidade reivindica a revisão do Plano Nacional de Imunização (PNI) e a inclusão dos profissionais de imprensa nos grupos prioritários de vacinação contra a covid-19. No mês passado, a federação montou uma campanha online para pressionar o governo federal com relação à pauta.

Além disso, a Fenaj também apresentou, ao lado do Sindicato dos Jornalistas da Bahia (Sinjorba) e da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), um requerimento de admissão Amicus Curiae no Supremo Tribunal Federal (STF). As entidades pedem para ser ouvidas e fornecer argumentos na reclamação constitucional ingressada pelo Ministério Público da Bahia, que tenta impedir a vacinação de jornalistas no estado. Em Salvador, a imunização da categoria começou na semana passada.

O principal argumento da Fenaj são os números de mortes entre profissionais da imprensa monitorados diariamente em todo o Brasil. Em live promovida na noite desta quarta-feira (9), a entidade apresentou os dados mais recentes sobre os casos de covid na categoria: em 2021, em média um jornalista morreu vítima da doença no Brasil. Em números absolutos, 155 trabalhadores da comunicação morreram entre janeiro e o dia 3 de junho deste ano, um salto de 280% em relação aos óbitos registrados em 2020.

Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pará e Amazonas concentram mais de um terço (37,8%) dos óbitos. A faixa etária de 50 a 70 anos responde por metade das mortes (50,4%). Em termos gerais, a idade média das vítimas é de 59,5 anos. Se forem consideradas apenas mulheres, a idade cai para 49,5 anos.

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS), autor de um projeto de lei que prevê a inclusão dos jornalistas no Plano Nacional de Imunização, participou da live desta quarta-feira (9). O parlamentar destacou a importância do papel da imprensa na pandemia. "São os jornalistas que dão um norte e orientam a população. Para isso, se colocam em risco diariamente. É imprescindível que sejam imunizados", disse.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade