Alagoas, 11 de maio de 2021 24º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
COMISSÃO DE SAÚDE

Deputados alagoanos cobram do governo dados sobre vacinação

Redação com assessoria

27/04/2021 16h04

Assembleia Legislativa de Alagoas
Reprodução TV GazetaAssembleia Legislativa de Alagoas

O deputado Davi Maia (DEM) cobrou transparência do Governo na divulgação dos dados sobre a vacinação contra a covid-19 no Estado. Ele também criticou a postura do governador Renan Filho (MDB) que, em publicação nas suas redes sociais, discordou da decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em negar a importação da vacina russa Sputnik V.

“Você vai no sistema do Governo Federal e existe a informação que o município de Pariconha recebeu 1.492 vacinas. No sistema de Alagoas informa que foram aplicadas 6.102 vacinas no mesmo município”, contou Davi Maia, observando que Pariconha possui cerca de 10.000 habitantes e, sendo assim, praticamente 60% da população teria sido imunizada.

O parlamentar também cobrou dados referentes aos municípios de Murici e Marechal Deodoro, que já estariam anunciando vacinação para pessoas a partir de 52 anos. “Por que essa regra não é estadual? A única coisa que eu peço é informação”, protestou Davi Maia.

O deputado Léo Loureiro (PP) informou que, na condição de presidente da Comissão de Saúde da Casa, esteve reunido com o secretário de Saúde, Alexandre Ayres, para pedir um relatório sobre a chegada e a distribuição dos imunizantes no Estado.

“Para onde cada uma foi, os critérios, todas as atas de reuniões do Programa Nacional de Imunização (PNI). Portanto, deputado Davi, fico muito feliz quando a Casa se coaduna com o mesmo pensamento”, declarou Loureiro, acrescentando que até o começo da próxima semana, a Comissão de Saúde deverá estar de posse das informações, que serão repassadas para cada um dos deputados.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade