Alagoas, 16 de abril de 2021 24º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
REDE PRIVADA

Prefeitura de Maceió anuncia abertura de 70 leitos para Covid-19

Redação com Ascom Maceió

05/03/2021 20h08 - Atualizado em 05/03/2021 20h08

Hospitais da rede privada são contratualizados para ofertar 70 leitos
Agência BrasilHospitais da rede privada são contratualizados para ofertar 70 leitos

A Prefeitura de Maceió vai disponibilizar 70 leitos para o tratamento exclusivo de pacientes com Covid-19. Serão 20 leitos de UTI e 50 leitos clínicos contratualizados na rede privada. Isso aumenta a capacidade de atendimento emergencial aos que necessitam. O anúncio é do prefeito JHC.

“O avanço do novo coronavírus exige cada vez mais eficiência e rapidez da gestão pública. Por isso, disponibilizar 20 leitos de UTI e 50 leitos clínicos é uma ação tão importante e feita pela primeira vez pela Prefeitura durante a pandemia. As vidas estão em primeiro lugar”, argumentou.

A demanda foi discutida em reunião esta semana entre o secretário municipal de Saúde, Pedro Madeiro, com o titular da Saúde do Estado, Alexandre Ayres, e diretores de três hospitais contratualizados com o Município. Os diretores do Hospital Veredas, Sanatório e Santa Casa de Misericórdia se comprometeram a adaptar 70 leitos já existentes, entre UTI e internação clínica, para tratar pacientes infectados com o novo coronavírus.

Eles serão ativados gradativamente, a partir do dia 12 de março, data em que o Hospital Veredas disponibilizará 10 leitos de UTI e 20 clínicos. Em 13 de março, será a vez do Hospital Sanatório, que destinará 20 dos seus leitos clínicos para tratamento de pessoas com Covid-19. E no dia 14 de março, a Santa Casa de Misericórdia ativará 10 leitos de UTI e 10 clínicos.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade