Alagoas, 25 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
BOLETIM ATUAL

Alagoas registra 93,3 mil infectados pelo coronavírus desde março

Boletim confirma mais três vítimas fatais da covid-19, somando 2.314 óbitos

Redação com assessoria

21/11/2020 15h03 - Atualizado em 21/11/2020 15h03

Paciente com Covid-19
Agência BrasilPaciente com Covid-19

Novos 114 casos de Covid-19 foram registrados no Boletim Epidemiológico da Sesau deste sábado, 21, elevando os números de infectados pelo novo coronavírus para 93.359 em Alagoas desde o mês de março. O documento também informa mais três óbitos pela doença. Estão em isolamento domiciliar 926 pessoas infectadas e, segundo a secretaria da Saúde, 90.010 pacientes finalizaram o período de isolamento e não apresentam mais sintomas, estando curadas.

A Covid-19 provocou a morte de 2.314 pessoas em Alagoas, sendo que oito delas eram cidadãos residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. 

Óbitos

Os óbitos confirmados laboratorialmente e notificados neste sábado são de um paciente de Maceió e dois do interior do Estado. A vítima de Maceió era uma mulher de 98 anos, cardíaca crônica, que morreu no Hospital do Coração de Alagoas. Já as duas vítimas do interior do Estado, também do sexo feminino, moravam em Rio Largo e Lagoa da Canoa, sendo que esta última tinha hipertensão e diabetes, o que pode ter agravado o quadro.

A Sesau afirma que dos 520 leitos criados para pacientes de coronavírus 144 estavam ocupados até a última sexta-feira (20), o que corresponde a 28% do total. Atualmente, 63 pacientes estão em leitos de UTI, 03 ocupando leitos intermediários e 78 em leitos de enfermaria. 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade