Alagoas, 20 de outubro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
DISTANCIAMENTO SOCIAL CONTROLADO

Maceió e interior do estado permanecem nas fases azul e amarela

Bruno Fernandes com assessoria

10/09/2020 12h12 - Atualizado em 10/09/2020 12h12

Número de infectados pelo novo coronavírus vem diminuindo em Maceió
Felipe BrasilNúmero de infectados pelo novo coronavírus vem diminuindo em Maceió

Maceió e o interior do estado vão permanecer nas fases azul e amarela, respectivamente, dentro do Plano de Distanciamento Social Controlado para o enfrentamento da covid-19 em Alagoas. A informação foi confirmada pelo governador Renan Filho nesta quinta-feira, 10.

“Maceió teve novamente uma semana com redução de mortes, mas, como já estamos na fase azul, com boa parcela das atividades não essenciais funcionando, ainda não é hora de mudar para a fase verde”, ponderou o governador.

Renan Filho disse que não é prudente agir como se a pandemia já tivesse passado. Segundo ele, é preciso avaliar melhor os números da covid-19 local, nacional e internacionalmente para tomar as decisões.

“Eu acredito que não é prudente agir arrojadamente, querer tratar a pandemia como se ela já tivesse ido, porque ela ainda não foi; então vamos manter a capital na fase azul, o interior na fase amarela e aguardar mais alguns dias”, acrescentou.

O anúncio acontece pouco tempo depois de Alagoas ultrapassar os 81 mil casos confirmados da doença. No Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulgado na quarta-feira, 9, foram confirmados mais 176 casos de covid-19, em 24 horas.

Atualmente o estado tem um total de 81.042 casos confirmados do novo coronavírus. Outros 76.936 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 3.598 casos em investigação laboratorial.

Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 1.949 óbitos por covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 1.941 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.100 eram do sexo masculino e 841 do sexo feminino.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade