Alagoas, 20 de outubro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
RECADO DADO

Pandemia da covid-19 não será a última, alerta diretor da OMS

Com Agências

08/09/2020 14h02

O diretor-geral da organização, Tedros Adhanom
© REUTERS/Denis Balibouse/Direitos ReservadosO diretor-geral da organização, Tedros Adhanom

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom, afirmou nesta segunda-feira, 7, que pandemias fazem parte da história e a covid-19 certamente não será a última doença que a humanidade enfrentará. O diretor acredita, no entanto, que o mundo estará mais preparado para enfrentar as pandemias.

"Esta não será a última pandemia. A história nos ensina que surtos e pandemias são um fato da vida. Mas, quando a próxima pandemia vier, o mundo deve estar pronto – mais do que estava desta vez", alertou Tedros.

Durante sua fala, o Adhanom destacou a importância dos sistemas de saúde pública que, para ele, são a base para responder aos surtos de doenças infecciosas. "Parte do compromisso de cada país para se reconstruir melhor deve ser, portanto, investir na saúde pública, como um investimento em um futuro mais saudável e seguro", disse o diretor.

Papel dos governos

Em uma crise sanitária, no entanto, esse não é o único fator importante. A confiança da população em seus governos também é um ponto chave para combater doenças como a covid-19. A OMS foi questionada sobre as mensagens e sinais enviados pelo governo brasileiro durante a pandemia.

A OMS já havia se manifestado sobre alguns posicionamentos do governo brasileiro. Na sexta-feira, 4, a entidade lembrou que "vacinas salvam vidas" ao ser questionada sobre uma publicação da Secretaria de Comunicação da Presidência que dizia não poder "obrigar ninguém" a tomar vacina.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade