Alagoas, 05 de agosto de 2020 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
PANDEMIA

Alagoas deve ultrapassar os 60 mil casos de covid-19 neste 1º de agosto

Idosos são a maioria das vítimas fatais por covid-19 em Alagoas

Tamara Albuquerque

01/08/2020 10h10

Coronavírus lota hospitais pelo mundo
DivulgaçãoCoronavírus lota hospitais pelo mundo

Alagoas deve ultrapassar os 60 mil casos de covid-19 neste 1º de agosto, considerando a média de novos registros, cerca de 600/dia, divulgada diariamente pelo governo estadual. No boletim epidemiológico de ontem, 31, foram notificados mais 746 casos, elevando para 59 mil 725 o total de pessoas que foram ou estão contaminadas pelo Coronavírus. Desse total, 1.567 não resistiram à gravidade da doença e faleceram.

Aproximadamente 13 famílias sepultam, diariamente seus parentes vítimas da covid-19 no estado, em média.
Desde o início do registro de óbitos em Alagoas, na 11ª semana deste ano, 191 pacientes entre 30 a 49 anos foram a óbito, enquanto que no mesmo período 1.115 pacientes idosos faleceram, o que representa quase a totalidade das vítimas fatais por covid-19 no estado. Além dos óbitos das pessoas acima de 60 anos, o estado registrou a morte de 452 pacientes nas demais faixas etárias. 

O comportamento da doença em Alagoas mostra o avanço do vírus em pessoas nas faixas etárias entre 30 a 49 anos, que somam 26.277. Entre os idosos [a partir dos 60 anos] foram diagnosticados 6.949 com a covid-19 e na ponta, crianças menores de 10 anos, o número de casos notificados no estado chegou a 1.130. 

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) mostra que entre as 59,7 mil pessoas que se contaminaram com o Coronavírus 4.638 evoluíram para um quadro grave da covid-19. Entretanto, 2.567 tiveram sucesso no tratamento e foram curadas; outras 249 tiveram alta mas continuam isolados em seus domicílios e 253 permanecem internadas. Como foi mostrado anteriormente, 1.567 pacientes morreram em decorrência da doença.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade