Alagoas, 22 de outubro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
PANDEMIA

Renan Filho alerta para possível cancelamento da reabertura das atividades econômicas

José Fernando Martins

27/07/2020 09h09 - Atualizado em 27/07/2020 12h12

O governador Renan Filho durante live transmitida pelas redes sociais
ReproduçãoO governador Renan Filho durante live transmitida pelas redes sociais

O governador de Alagoas Renan Filho usou as redes sociais na manhã desta segunda-feira, 27, para reiterar o alerta sobre os perigos da Covid-19. 

"A pandemia continua contagiando, provocando internamentos e mortes. Por isso temos que manter os cuidados, sem relaxar. O que está em jogo é a vida de cada alagoana e alagoano", destacou no texto publicado no Facebook e no Instagram.

Filho enfatizou ainda que as aglomerações, o desrespeito às normas sanitárias e a recusa em usar a máscara vistas no estado não têm justificativa. 

"Infelizmente temos visto esse relaxamento na capital e no interior de Alagoas. É preciso que cada família e cada pessoa entenda que ainda não voltamos à normalidade", pontuou.

Ainda de acordo com o governador, "se afrouxarmos os cuidados, os números de contaminados (sic) e a perda de vidas vão voltar a subir, como está acontecendo em outros estados e em diversos países". 

"A situação em Alagoas continua grave, mesmo com a estabilidade e até a redução dos números. Se eles voltarem a subir, também teremos que cancelar a reabertura das atividades econômicas", disse.

Confira na íntegra

É necessário reiterar o alerta que tenho feito sobre o perigo da Covid-19. A pandemia continua contagiando, provocando internamentos e mortes. Por isso temos que manter os cuidados, sem relaxar. O que está em jogo é a vida de cada alagoana e alagoano! As aglomerações, o desrespeito às normas sanitárias e a recusa em usar a máscara não têm justificativa. Infelizmente temos visto esse relaxamento na capital e no interior de Alagoas.

É preciso que cada família e cada pessoa entenda que ainda não voltamos à normalidade. Se afrouxarmos os cuidados, os números de contaminados e a perda de vidas vão voltar a subir, como está acontecendo em outros estados e em diversos países. A situação em Alagoas continua grave, mesmo com a estabilidade e até a redução dos números. Se eles voltarem a subir, também teremos que cancelar a reabertura das atividades econômicas.
Por isso, insisto no alerta: nada de relaxar. E peço que todos colaborem, em Maceió e nos demais 101 municípios alagoanos, onde a fiscalização deve ser intensificada com ações efetivas.

Estamos melhorando, mas ainda não conseguimos vencer este mal. Há muita luta e trabalho pela frente, e isso é responsabilidade coletiva – do governo, dos gestores municipais e da população. Todo cuidado é pouco. Conto com a compreensão e com a consciência de todos.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade