Alagoas, 29 de maio de 2020 25º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ALAGOAS

Decreto de emergência contra o Covid-19 é prorrogado

José Fernando Martins

29/03/2020 13h01 - Atualizado em 29/03/2020 14h02

Coronavírus causa mortes pelo mundo
© CHINA DAILY/Reuters/direitos reservados via Agência BrasilCoronavírus causa mortes pelo mundo

Foi prorrogado pelo governo estadual o decreto de emergência de combate e prevenção do Coronavírus. Publicado neste domingo, 29, a ordem é que shoppings, academias, escolas, cinemas, entre outros estabelecimentos, fiquem fechados por mais oito dias a partir da 0h de segunda-feira.

Lojas de material de construção e prevenção de incêndio poderão funcionar para aquisição de produtos necessários à execução de serviços urgentes, por meio de entrega em domicílio e/ou como ponto de coleta.

Ainda conforme o decreto, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres vão poder lançar mão de serviços de entrega, inclusive por aplicativo, e na modalidade “Pegue e Leve”, sendo expressamente proibido o consumo local, tanto de bebidas como de comidas.

O mesmo ocorre com lojas e outros estabelecimentos comerciais, que também poderão funcionar por meio de serviços de entrega.

"Não incorrem na vedação: a) os órgãos de imprensa e meios de comunicação e telecomunicação em geral; b) serviço de call center; c) os estabelecimentos médicos e odontológicos para serviços de emergência, hospitalares, laboratórios de análises clínicas, farmacêuticos, psicológicos, clínicas de fisioterapia e de vacinação; d) distribuidoras e revendedoras de água e gás; e) distribuidores de energia elétrica; f) serviços de telecomunicações; g) segurança privada; h) postos de combustíveis; i) funerárias; j) estabelecimentos bancários e lotéricas; k) clínicas veterinárias e lojas de produtos para animais; l) lojas de material de construção e prevenção de incêndio para aquisição de produtos necessários à execução de serviços urgentes, por meio de entrega em domicílio e/ou como ponto de coleta; m) indústrias; n) lavanderias e oficinas mecânicas", destacou o decreto.

Contratação

O governo do estado vai contratar 500 profissionais de saúde para atuar nas unidades destinadas ao atendimento de casos de coronavírus em Alagoas. 

Segundo o governador, as medidas de distanciamento social são fundamentais para que o Estado conclua o processo de remodelagem da rede de saúde que está sendo preparada. 

A meta é disponibilizar, até 30 de abril, cerca de 500 leitos para tratar a Covid-19 em Alagoas, tanto de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) como de retaguarda para tratar os casos clínicos.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade