Alagoas, 15 de agosto de 2022 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
CINCO CIDADES

Chuvas afetam abastecimento de água na Região Metropolitana de Maceió

Mananciais seguem em monitoramento devido ao alto nível dos rios

Bruno Fernandes com assessoria

03/07/2022 12h12

Fornecimento de água será restabelecido de forma gradativa
BRKFornecimento de água será restabelecido de forma gradativa

O abastecimento de água em alguns municípios da Região Metropolitana de Maceió, está comprometido, informou neste domingo, 3, a BRK Ambiental.

Segundo a empresa, além do alto nível dos rios, a alteração da cor e turbidez da água bruta captada nos mananciais e a falta de energia são os principais fatores que ocasionaram paralisações emergenciais em unidades produtoras, principalmente em Atalaia, Marechal Deodoro, Murici, Pilar, Rio Largo e Satuba.

“A BRK intensificou o plantão das equipes operacionais, que trabalham 24 horas por dia nas diversas ocorrências, e segue com o monitoramento constante dos mananciais, que entraram em estado de atenção”, explica a empresa.

Em algumas regiões de municípios atingidos por alagamentos e enchentes, as equipes de manutenção também estão enfrentando dificuldades para o acesso às unidades. Confira as cidades afetadas:

Marechal Deodoro

As condições climáticas também impactam na operação do sistema produtor de Marechal Deodoro. O Reservatório do Broma e a Captação Bica da Pedra seguem paralisados, enquanto a Captação Volta D'Água opera com vazão reduzida devido à alteração da água bruta.

Murici

A ETA Cansanção, responsável pelo tratamento da água distribuída em Murici, foi paralisada temporariamente devido ao aumento da concentração de partículas sólidas, sedimentos e outros materiais na água do rio. A unidade faz parte do sistema produtor operado pela Casal.

Pilar

De acordo com informações repassadas pela Casal, responsável pelo sistema produtor de Pilar, as fortes chuvas ocasionaram o rompimento de uma adutora da Captação de Água Bruta do município, que foi paralisada.

Rio Largo

A Captação Mata do Rolo foi paralisada temporariamente devido à alteração da água bruta. O sistema voltou a operar neste sábado, 2, e está em recuperação. Já a ETA Jarbas Oiticica opera com vazão reduzida para assegurar a qualidade da água distribuída na região. Ambas as unidades são operadas pela Casal.

Satuba

A ETA Satuba também foi paralisada por falta de energia elétrica.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade