Alagoas, 03 de julho de 2022 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MENOS DE UM ANO NO CARGO

Chefe da PF em Alagoas é exonerado após denúncia de ingerência política

Bruno Fernandes

20/05/2022 14h02 - Atualizado em 20/05/2022 15h03

O delegado Sandro Luiz do Valle Pereira
Divulgação/PFO delegado Sandro Luiz do Valle Pereira

A Polícia Federal exonerou nesta sexta-feira, 20, o delegado Sandro Valle Pereira do comando do órgão em Alagoas. A saída foi publicada no Diário Oficial da União. Não foi nomeado um novo superintendente.

A exoneração ocorreu após o jornal Folha de S. Paulo revelar que Valle Pereira foi mantido na chefia da PF alagoana após uma ingerência política sob o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) barrar sua substituição, que havia sido decidida pelo novo diretor-geral, Márcio Nunes.

A denúncia gerou uma crise interna e fez com que representantes da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) se reunissem com a categoria em Alagoas para discutir o assunto.

“A situação relatada pela imprensa em que, supostamente, o Diretor-Geral da PF se vê impossibilitado de realizar a troca na cadeia de comando da Polícia Federal em Alagoas, se confirmada, é fato gravíssimo e inaceitável, demonstrando grave ingerência externa nas atribuições operacionais inerentes à direção do órgão”, diz nota encaminhada à imprensa após a exposição do caso.

Oficialmente, no entanto, a exoneração publicada no Diário Oficial da União diz que a saída de Valle Pereira foi "a pedido".

Ele tomou posse do cargo de superintendente da Polícia Federal em Alagoas em agosto de 2021. A nomeação dele foi anunciada em maio do mesmo ano, mas a cerimônia de posse só aconteceu mais de dois meses depois.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade