Alagoas, 25 de janeiro de 2022 24º min 31º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
POLÍCIA

Foragido envolvido em chacina ocorrida em Marechal Deodoro é preso

Tamara Albuquerque

14/01/2022 15h03 - Atualizado em 14/01/2022 16h04

Acusado foi preso no interior de MT
DivulgaçãoAcusado foi preso no interior de MT

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas anunciou nesta tarde a prisão de um dos suspeitos foragidos com envolvimento numa chacina que ocorreu no município de Marechal Deodoro e deixou quatro mortos, em maio de 2020, incluindo uma jovem de nome Bruna que passava no local no momento dos crimes e foi executada para não servir de testemunha.

O foragido Max Wellece dos Santos Silva, de 33 anos, foi detido no município de Feliz Natal, no estado de Mato Grosso. A troca de informações entre a SSP e policiais do 17º Distrito Policial de Marechal Deodoro resultou na localização do suspeito. Segundo a pasta, ao tomar conhecimento do paradeiro do alvo, as polícias alagoanas mantiveram contato com a delegacia de Feliz Natal, que juntamente com a Polícia Militar local realizaram a prisão do criminoso. 

Max tem, além do mandado de prisão em aberto pela participação na chacina, outro mandado de prisão por sentença condenatória em outro caso. Por enquanto, ele ficará preso em Feliz Natal à disposição da Justiça.

O foragido capturado nesta tarde teria sido o mentor da chacina na qual morreram Carlos Daniel dos Santos Silva, 18 anos, José Carlos dos Santos, 20 anos, uma jovem chamada Raiane e a adolescente Bruna. Eles foram atraídos ao local da execução por Max e pertenciam à facção criminosa conhecida como Comando Vermelho.

 Além de Max Wellece dos Santos Silva, ainda permanecem foragidos Eliel da Silva Gomes, 26, e Williams Santos Silva, conhecido como “Mata Marido”. Eles possuem mandado de prisão expedido pela Justiça.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade