Alagoas, 16 de outubro de 2021 25º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MENSAGEM NO CELULAR

Suspeito de assassinar professor da Ufal tentou atrasar achado do corpo

Bruno Fernandes

17/09/2021 14h02

José Acioli Filho
Redes sociaisJosé Acioli Filho

Uma mensagem publicada no status do Whatsapp do professor José Acioli Filho e cheia de erros ortográficos vem levantando suspeitas sobre o seu assassinato. Acioli foi encontrado morto em sua residência na tarde de quinta-feira, 16, no bairro do Jaraguá, em Maceió.

Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Acioli foi encontrado com sangramento e com dois orifícios de entrada na região atrás da orelha esquerda. Amigos ficaram preocupados porque Filho não atendia o telefone durante o dia.

Na mensagem, José Acioli afirma que estaria supostamente indo para Arapiraca, às 13h40 da tarde, para socorrer um amigo e que retornaria um mais breve possível.

Contatos do professor afirmaram que não seria do seu perfil ter enviado uma mensagem com tantos erros e a suspeita é que o próprio autor do crime o responsável por envia-la para tentar despistar qualquer suspeita caso o professor não atendesse aos telefonemas.

José Acioli Filho também lecionava na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), pelo Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Arte (ICHCA), e tinha especialização na área de teatro de animação.

A Polícia Civil deve investigar o caso. Segundo depoimento de amigos, a vítima estava tendo um relacionamento com um homem que conheceu em aplicativos de relacionamento.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade